ISSTH – Capítulo 470 – Violentas Mudanças

CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                           PRÓXIMO CAPÍTULO


— Você deseja atingir a vida eterna?

— Você é qualificado para desafiar os Céus e viver para sempre?

— Você quer ter um tipo de vida que é única em todo o Céu?

A mente de Meng Hao zuniu. Assim que entrou neste mundo, três frases entraram em seus ouvidos. Elas não eram faladas pela mesma pessoa e soavam como um trovão em sua mente e coração.

Ao mesmo tempo, ele viu que o céu deste mundo era de um cinza familiar. Nenhuma névoa cinzenta cobria o chão, mas Meng Hao podia ver centenas de milhares de figuras, todas elas Escravos da Ponte, movendo-se na direção dele e Zhixiang.

Eles se moviam numa velocidade incrível. Em um piscar de olhos, esses milhares de Escravos da Ponte se aproximaram. No entanto, eles nem olharam para Meng Hao ou  Zhixiang. Suas expressões frustradas, até mesmo ansiosas, como se tivessem acabado de receber uma convocação. Passando por Meng Hao e Zhixiang, passando pela fronteira do mundo e entrando no vazio.

No tempo de dez respirações, centenas de milhares de Escravos da Ponte foram todos embora para o vazio. Depois que se foram, a única coisa que restou foram os ecos de suas vozes.

— Quando a Ponte da Imortalidade parecerá como nova mais uma vez…? Senhor, em que dia voltaremos a pôr os olhos em você…?

Ter tantos Escravos da Ponte passando ao lado dele deixou o couro cabeludo de Meng Hao dormente. Ele suspirou quando a rocha em que estava subitamente parou de se mover. Zhixiang olhou para Meng Hao, obviamente abalada pelo enorme número de Escravos da Ponte neste mundo.

Tanto Meng Hao quanto Zhixiang ouviram as vozes dos Escravos da Ponte, embora as vozes não parecessem ser direcionadas aos dois. As palavras proferidas pelas centenas de milhares de Escravos da Ponte pareciam ser uma manifestação de seus desejos.

Meng Hao e Zhixiang permaneceram imóveis enquanto os Escravos da Ponte passavam por eles como fantasmas. Quando eles saíram, o mundo voltou ao normal. O cinza desapareceu e a cor normal retornou. Meng Hao descobriu que estava ensopado de suor frio.

Quanto à Zhixiang, sua expressão era de medo. Mesmo para ela, a primeira coisa que pensou ao ver tantos Escravos da Ponte era que iria morrer.

— Segundo meu entendimento — ela disse —, é apenas por causa do seu destino infernal que os Escravo da Ponte do Reino das Ruínas da Ponte se reúnem em grupos de algumas centenas. Mas haviam tantos agora. Será que este lugar… é um imenso remanescente histórico da antiga Seita Demônio Imortal?

— Será que é por isso que muitos se reuniram aqui? Se minhas especulações estiverem certas, então por que todos sairiam tão de repente?  Suas expressões pareciam ansiosas. Tal emoção deveria ser impossível. A menos que… — De repente, seus olhos se encheram de terror.

— A menos que tenham sido convocados? — disse Meng Hao devagar, com os olhos brilhando ao dar voz à sua especulação.

Os dois ficaram em silêncio. Quando o fizeram, o mundo restaurado ao redor deles de repente começou a tremer violentamente. Tudo tremeu quando o céu claro de repente se encheu de fissuras. As fissuras se iluminaram quando um grito estridente encheu o ar.

O chão estava tremendo tanto que parecia que poderia entrar em colapso. Toda essa massa de pedra da Ponte da Imortalidade parecia emitir um uivo chocante que ecoou nos ouvidos de Meng Hao, sacudindo-o e fazendo com que ele tossisse um bocado de sangue.

Ele perdeu o controle de seu corpo. Era como se alguma força incrivelmente poderosa tivesse batido em seu rosto. Ele foi jogado para trás com um estrondo, batendo na borda do vazio estrondosamente.

Felizmente, essa parte da fronteira havia sido rasgada e não foi completamente restaurada. Meng Hao voou como uma pipa com a corda cortada, diretamente no vazio.

Simultaneamente, o sangue borrifou da boca de Zhixiang. Vários tremores a percorreram e parecia que ela era incapaz de enfrentar a força. No entanto, ela aparentemente ainda estava no controle de seu corpo quando caiu para trás através da abertura, no vazio.

O rosto de Meng Hao estava pálido e sua mente girou. A frieza do vazio o cercou completamente, e seu corpo instantaneamente começou a enrijecer. Ainda pior, seu torso estava mutilado com sangue; muitos ossos foram quebrados. Sangue jorrou de incontáveis feridas.

Era um momento crítico. Quanto à Zhixiang, ela estava caindo para trás, mas claramente não estava gravemente ferida. Uma luz violeta apareceu nos olhos de Meng Hao quando a Transformação da Pupila Violeta entrou em vigor. Ao sacrificar parte de sua vitalidade, ele curou alguns de seus ferimentos graves.

Quanto mais rápido a cura ia, mais vitalidade era drenada.

O peito de Meng Hao se recuperou rapidamente, e todos os seus ferimentos desapareceram. Até mesmo sua Base de Cultivo estava no auge de seu poder. No entanto, o preço pago… foi a perda de um ciclo de sessenta anos de vida.

A recuperação instantânea de Meng Hao fez os olhos de Zhixiang piscarem. Ela podia dizer que a técnica que ele usou para forçar uma recuperação tão rápida teria um grande custo. Enquanto os dois continuavam a recuar, trocaram um olhar e depois olharam para a massa enorme e trêmula de terra.

A única coisa que conseguiam ver era a gigantesca massa de terra tremendo. Rugidos podiam ser ouvidos às vezes, ficando cada vez mais altos até que finalmente uma névoa cinzenta subiu de dentro da massa de terra.

A névoa cinzenta parecia uma gigantesca nuvem de cogumelo. Quando explodiu, agitou-se e ferveu, transformando-se em uma enorme fera. Parecia um qilin, completamente formado de névoa. No entanto, se você olhasse de perto, era claramente… um Escravo da Ponte.

Exceto que este enorme qilin era muito mais poderoso que um Escravo da Ponte comum.

Depois que apareceu, o qilin de névoa ergueu a cabeça e rugiu. Ele subitamente avançou com expressão ansiosa, como se tivesse sido convocado.

Meng Hao e Zhixiang estavam extremamente próximos. Mesmo que usassem teleporte inferior, mesmo que Zhixiang confiasse em sua incrível velocidade, não havia tempo para desviar. Eles só podiam olhar fixamente quando a gigantesca fera de qilin disparou na direção deles num piscar de olhos, sua névoa os envolveu.

Rugidos encheram o ar. Sangue saiu da boca de Meng Hao novamente. Ele rapidamente convocou a Formação Lótus de Espadas para girar  rapidamente em torno dele. O poder do Tempo irradiou em ondas.

No momento em que Meng Hao havia cuspido quatro bocadas de sangue, a Formação Lótus de Espadas irradiou o temível poder de mil anos de tempo, o que conseguiu derreter toda a neblina, por 30 metros em todas as direções. É claro que, em comparação com a estrutura inteira do qilin, era um tamanho insignificante.

O resultado foi que Meng Hao foi levado junto com a besta quando ela foi disparou à frente.

Ao mesmo tempo, Zhixiang cuspiu vários bocados de sangue. Então, ela empregou uma de suas próprias técnicas de Divindade Imortal para resistir à névoa. Assim como Meng Hao, ela cortou um espaço para si dentro do corpo do qilin.

Eles trocaram um olhar mútuo e puderam ver o olhar sombrio nos olhos um do outro. Foram colocados nessa situação involuntariamente. No entanto, não houve necessidade de discutir como livrar-se dela. No momento, isso os iria deixar no vazio, sem direção. Se isso acontecesse, significaria perder-se para sempre, sem escolha a não ser usar a Pedra da Ponte da Imortalidade para desistir e sair.

“Por que disso quando eu posso simplesmente pegar uma carona neste qilin?” pensou Meng Hao, seus olhos brilhando. “Vamos ver que coisa pode convocar os Escravos da Ponte!” Embora a situação parecesse piorar, ele realmente não tinha outras opções. Como ele ainda tinha sua Pedra da Ponte da Imortalidade, se algo piorasse, ele sairia rapidamente.

Era impossível dizer o que Zhixiang estava planejando. Muito provavelmente, depois de possuir Zhao Youlan, ela também poderia usar a Pedra da Ponte da Imortalidade para sair.

Os dois não trocaram palavras, e sim simplesmente seguiram junto com o qilin rugindo enquanto voava para a frente.

A frieza do vazio era incapaz de penetrar a névoa. A escuridão lá fora quase parecia águas negras enquanto o qilin avançava numa velocidade assustadora.

O qilin se moveu muito mais rápido que as pedras. Era incrivelmente grande em tamanho, fazendo Zhixiang e Meng Hao parecer mosquitos dentro dela.

Ele transportava Meng Hao e Zhixiang com ele, à medida que avançava cada vez mais fundo no Reino das Ruínas da Ponte.

Tempo passou. Após sete dias, eles haviam viajado mais longe do que poderiam ter viajado em um mês numa pedra.

Um mês depois, a mente de Meng Hao tremeu. À frente, no vazio, ele acabara de ver um enorme gigante balançando os braços. Seu corpo era feito de névoa, e tinha a aparência de um Escravo da Ponte. Além disso, estava indo na mesma direção que o qilin!

Ao mesmo tempo, Meng Hao viu um vasto exército de Escravos da Ponte, com centenas de milhares, todos voando na mesma direção.

À medida que continuaram a viajar, ele viu mais e mais cenas como esta. Parecia quase como se todos os Escravos da Ponte de todo o Reino das Ruínas da Ponte, grandes ou pequenos, estivessem todos indo em direção ao mesmo lugar.

Meng Hao não foi o único que ficou chocado com isso. Zhixiang estava ofegante. Sua compreensão desse lugar era ainda maior, e suas especulações deram origem ao medo em seu coração.

“Não me diga… que eles estão indo… para a Montanha Alma da Ponte?”

Mesmo enquanto o coração de Zhixiang vacilou, uma montanha apareceu ao longe.

A montanha soltava um brilho misterioso no meio do vazio. Não havia Pedras da Ponte da Imortalidade perto dela. Havia apenas a gigantesca montanha enorme!

Inúmeros nomes estavam escritos na montanha, cada um soltava um brilho misterioso. Eles pareciam símbolos mágicos, cobrindo toda a montanha. Era difícil dizer, mas parecia que havia vários milhões de nomes escritos ali.

Toda vez que os nomes pulsavam com luz, os rostos dos Escravos da Ponte que se aproximavam da montanha ficavam cada vez mais ansiosos, e eles voavam à frente com a maior velocidade.

No topo da montanha havia um palácio que resplandecia com uma aura vermelha antiga e deteriorada. Dentro do palácio havia escuridão e silêncio.

Em outro local perto da montanha havia uma pessoa. Ela estava lá, uma espada azure rodopiando no ar ao redor de seu corpo, e um frasco de álcool na mão. Ele usava uma longa túnica azure e seu cabelo dançava no ar. Seus olhos brilhavam com um brilho feroz.

Este era nenhum outro senão… Han Shan!

De repente ele falou, sua voz cheia de um frieza que fez a frieza do vazio parecer quente. — Eu vou dizer mais uma vez. QUERO QUE MINHA ESPOSA… RETORNE PARA MIM NESTE INSTANTE!


Tradutor: Drago | Revisor: Delongas e Gafiam


CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                           PRÓXIMO CAPÍTULO


Fontes
Cores