ISSTH – Capítulo 506 – Guarda Lascada do Sul

CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                          PRÓXIMO CAPÍTULO


As explosões balançaram o céu e fizeram a terra tremer, toda a Passagem do Sul parecia tremer com os sons dos combates ecoando.

Os mais de dez mil membros da Tribo do Corvo Divindade tinham olhos vermelhos enquanto lutavam com loucura frenética, técnicas mágicas, o poder explosivo das tatuagens de totem de cinco elementos eram constantemente usados com uma aura indescritível.

Muito rapidamente o massacre começou.

Wu Chen não era mais jovem, agora parecia um homem adulto, não por causa da passagem do tempo, mas sim pelo batismo da guerra, um temperamento que corria no sangue e no corpo. Agora era mais maduro do que antes, tinha o rosto grave e severo, com os olhos cheios de veias de sangue e seu corpo irradiando intenção de matar.

Quando atacou, os totens do tipo Madeira apareceram, cercando suas mãos, e ergueu a cabeça decepada de um Cultivador da Tribo Demônio do Mar no céu. O sangue escorria enquanto olhava para o céu e gritava.

Ao seu redor, cenas semelhantes aconteciam com outros membros da Tribo do Corvo Divindade. Sempre que matavam alguém, seguravam a cabeça decepada para o céu. As auras que emanavam eram chocantes.

Guerra para eles era como respirar, talvez isso seja um pouco exagerado, eles há muito estavam acostumados a isso. Anos de campanha e inúmeras mortes fizeram com que todos os membros da Tribo do Corvo Divindade não prestassem muita atenção na diferença entre a vida e a morte. No entanto, sua determinação de entrar nas Terras Negras só continuava a crescer.

Tal determinação os fez se encherem do desejo louco de massacrar qualquer coisa no caminho.

Seus ataques eram limpos e precisos, matavam num piscar de olhos, o sangue jorrando não os fazia tremer, mas sim alimentar seu desejo de matar.

— Mate-os! — Era difícil dizer quem gritou, mas as vozes de mais de dez mil membros da Tribo do Corvo Divindade se uniram num rugido chocante, cheios de intenções de matar que os Cultivadores da Tribo Demônio do Mar ficaram imediatamente abalados. Todos eles sentiram o rosto ficar pálido e a única coisa que podiam fazer era recuar.

Tal massacre fez todos os membros da Tribo do Corvo Divindade parecerem como uma tempestade de matança, pronta para varrer a Passagem do Sul. Em apenas algumas respirações, milhares de membros da Tribo Demônio do Mar já haviam sido mortos.

Eles eram incapazes de resistir a um único ataque!

— Eles não podem ser uma tribo do Norte!

— A região Norte não tinha nenhuma tribo assim! Somente grandes tribos com patriarcas da Separação Espiritual têm tribos como esta! — Incredulidade encheu os corações e mentes dos membros da Tribo Demônio do Mar, se transformando em medo, não podiam controlar o temor que sentiam.

Gritos cheios de desespero e terror surgiam na mente dos membros da Tribo Demônio do Mar, eles há muito tempo não experimentavam a guerra. No passado, eles tiveram suas glórias, mas após a chegada do Apocalipse, eles só encontraram tribos que se submeteram a eles. Esta era a primeira vez que eles se depararam com uma tribo que atacou com tamanha selvageria e ferocidade.

A Tribo do Demônio do Mar havia começado furiosa, mas agora estava apavorada. Gritos que ecoavam em todas as direções. As dezenas de milhares de membros das outras tribos no desfiladeiro abaixo observavam com olhos arregalados e bocas escancaradas. Eles ofegavam, olhando para tudo que estava acontecendo com seus corações abalados pelos gemidos e gritos.

Tudo isso fez com que eles sentissem que estavam assistindo algo irreal. No entanto, rapidamente, todo o sangue, crueldade e abate deixou tudo incrivelmente claro.

— Esta é… a Tribo do Corvo Divindade?

— A Tribo do Corvo Divindade… se tornou tão poderosa! Na frente deles, a Tribo Demônio do Mar é como ervas daninhas secas e madeira podre, facilmente quebrável!

A observação de dezenas de milhares de Cultivadores que só podiam respirar pesadamente com os corações cheios de choque intenso.

De longe, os membros da Tribo do Corvo Divindade pareciam flechas afiadas que podiam cortar qualquer coisa pelo caminho. Não havia qualquer membro da Tribo Demônio do Mar capaz de oferecer a mínima resistência.

Ao longo da longa campanha, o número de Cultivadores da Alma Nascente da Tribo do Corvo Divindade chegou a catorze. Dois do estágio final, cinco do estágio médio e sete do estágio inicial. Esses catorze Cultivadores voavam no ar na direção dos Cultivadores da Alma Nascente da Tribo Demônio do Mar e começaram combates mortais.

Rugidos ecoaram, sacudindo os picos das montanhas que sacudiu o Céu e a Terra. Quanto a Meng Hao, ele flutuou no ar, olhando em volta friamente. Ele não precisou atacar; em vez disso, seus 150 mil neo-demônios se lançaram ao ataque com vontade esmagadora. Qualquer resistência era pisoteada como ervas daninhas e quebradas como madeira podre.

Os neo-demônios da Tribo Demônio do Mar foram transformados rapidamente em pedaços e comidos. Meng Hao não fez nada para reuni-los na sua horda; afinal de contas… seus neo-demônios estavam famintos há meses…

No momento, a horda de neo-demônios de Meng Hao estava desfrutando de um banquete suntuoso.

Ele segurava a lança diabólica na mão enquanto seus olhos varriam o campo de batalha. O ar ondulou quando dois homens idosos apareceram na frente dele.

As bases de cultivo desses dois velhos não eram fracas. Chamas de fúria se encheram em seus olhos quando as habilidades divinas e o poder dos seus totens vieram como um oceano, transformando-se na imagem de um Demônio do Mar que imediatamente disparou em direção a Meng Hao, exalando uma enorme pressão sobre ele.

Meng Hao estava como sempre. Ele não se moveu além de levantar a lança diabólica e lançá-la como um dragão cruzando o mar, a névoa diabólica saiu. Inúmeros rostos de névoa dispararam na direção dos dois velhos.

Meng Hao não usou nenhum de seus poderes; isso era puramente o poder da lança diabólica. Neste momento, Meng Hao sentiu que esta lança não duraria para sempre. Afinal, era refinada de um Constructo Demoníaco, e com o passar do tempo, ela iria desaparecer. Antes que passasse muito tempo, se dissiparia completamente.

Não tinha nada a ver se Meng Hao a usava ou não. Ela iria desaparecer de qualquer maneira.

Um rugido veio dos dois homens velhos que recuaram, com o sangue jorrando de suas bocas, cheios de espanto. Fios de névoa diabólica entraram neles e começaram a mordê-los. Os dois velhos caíram enquanto recuavam. Eles não mais tinham pensamentos de ataque; infelizmente, eles foram imediatamente bloqueados pelos Cultivadores da Alma Nascente da Tribo do Corvo Divindade, que os perseguiam.

Foi nesse ponto que um rugido feroz veio de dentro da Passagem do Sul. Onde ondas azuis disparavam no ar formando um mar expandido.

As dezenas de milhares de Cultivadores abaixo estavam ofegantes. Eles reconheceram imediatamente o que eram essas ondulações.

“Sagrado Ancião Demônio do Mar!”

O rugido e as ondas se espalharam entre os membros da Tribo Demônio do Mar, que estavam perto de serem derrotados, como se de repente encontrassem esperança em seu desespero. Seus olhos imediatamente começaram a brilhar com alegria selvagem.

Ao mesmo tempo, o solo na área da cidade Lascada do Sul desmoronou de repente. Um raio de luz azul subiu no ar. As ondas se espalharam como do mar enquanto disparavam na direção de Meng Hao.

Uma criatura apareceu. Escamas azuis cobriam seu corpo, dando-a uma aparência bizarra. Tinha forma humanóide, exceto que tinha a cauda de um peixe e quatro braços. Cada uma das suas mãos brandia um tridente.

Todos os quatro tridentes tinham relâmpagos neles. No instante em que apareceu, uma aura chocante subiu. Com um rugido de fúria, foi na direção de Meng Hao.

Antes que pudesse chegar perto, uma rajada de vento soprou no ar quando a Besta Celestial apareceu e bateu na criatura, o papagaio também apareceu, batendo as asas enquanto gritava:

— Nenhum pêlo ou penas! Droga! Também não tem pelo nem penas!! Concubina amada, mate-a! — em meio a seus gritos estridentes, o papagaio de repente se transformou numa ponta de lança que disparou no Demônio do Mar.

Enormes estrondos encheram o ar quando vastas quantidades de membros da Tribo Demônio do Mar morreram. O sangue caía na Passagem do Sul. Até as almas deles foram destruídas. Todo o campo de batalha estava vermelho.

Parecia que o Demônio do Mar da Tribo Demônio do Mar estava prestes a ser exterminado. No entanto, foi nesse ponto que o Demônio do Mar soltou um uivo miserável.

— Tribo principal, me salve!! — sua voz ecoava, a Passagem do Sul começou a tremer. Múltiplas fissuras apareceram na superfície da cidade Lascada do Sul e começaram a se espalhar, quase como raios. Muitos edifícios simplesmente desabaram, levantando poeira no ar. Um estranho murmúrio de repente foi ouvido. Parecia que era um chamado vindo de uma estátua enorme e antiga que existia abaixo da cidade. A estátua lentamente começou a sair do chão e a subir.

Era escuro e tinha oito braços. Parecia semelhante ao Demônio do Mar, no entanto, o sentimento era de uma completa antiguidade. Também parecia haver algum tipo de aura maligna que emanava dele. Quando se elevou, seus olhos fechados se abriram.

Parecia ser apenas uma estátua, no entanto, num piscar de olhos, algum tipo de selo foi quebrado e sua alma de repente acordou. O poder desta alma da antiga estátua elevou-se.

No momento em que seus olhos se abriram, um tremor percorreu o corpo de Meng Hao e uma sensação de crise mortal o preencheu. Mesmo com seus olhos arregalados, ele não recuou nem um pouco. Sua mão direita se levantou e ele atirou a lança diabólica na direção da estátua.

Zummm!

A lança diabólica dividiu o ar, transformou-se num raio de escuridão enquanto voava para frente.

“Guarda Lascada do Sul”

— Eu… eu li sobre isso nos registros antigos! Um total de cem foram criados para defender o Deserto Ocidental do exército de Cultivadores de Domínio do Sul. Isto é um Guarda Lascada do Sul

— Um Guarda de Armadura Negra!

— Não admira que a Tribo do Demônio do Mar tome conta dessa área. Seu totem é semelhante a esse Guarda de Armadura Negra. Não me diga… o Demônio do Mar é realmente descendente dessa coisa!

Mesmo quando as dezenas de milhares de Cultivadores abaixo discutiam o assunto, a lança diabólica rasgava o ar. Num piscar de olhos, estava à frente da estátua, indo em direção à sua testa, carregando consigo uma névoa diabólica cheia de incontáveis rostos malignos.

No entanto, a estátua ignorou completamente a lança diabólica. Seus olhos brilhavam com uma luz estranha enquanto olhava para Meng Hao. No momento que a lança diabólica alcançou sua cabeça, seus lábios se moveram e ele falou.

— Caia do Céu.

Essas palavras fizeram Meng Hao tremer e jorrar sangue da boca. Ele recuou com o rosto pálido. Era como se sua alma estivesse prestes a ser rasgada em pedaços. Uma dor intensa perfurou todo o seu corpo.

Era como se essas palavras carregassem o poder de destruir qualquer coisa que a estátua olhasse!

Enquanto isso, as três tribos de bandidos do outro lado da passagem trocavam olhares. De repente, os três Grande Pais se adiantaram.

— Eles ousaram atacar os guardiões da passagem, a Tribo Demônio do Mar! Esta é uma oportunidade que não podemos deixar passar. Nós não podemos apenas ficar parados e assistir! — Eles gritaram, fazendo os membros das três tribos de bandidos imediatamente dispararem na direção da Passagem do Sul.

Obviamente, eles viram que Meng Hao havia sido ferido, o que mudou a maré da batalha. Agora era a sua chance de saquear!


Tradutor: Drago | Revisores: Danielle, Delongas e Gafiam


CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                          PRÓXIMO CAPÍTULO


Fontes
Cores