ISSTH – Capítulo 657 – O Santo


“Lembro-me que o Mestre me disse que o Reverendo Lâmpada de Prata o procurou setecentos anos antes, pedindo ajuda para resolver o problema com o Lírio da Ressurreição. O Mestre conseguiu ajudar um pouco, mas não conseguiu resolver o problema de verdade. Então, o reverendo Lâmpada de Prata retornou algumas centenas de anos depois, tendo dissipado o veneno do Lírio da Ressurreição!”

“Será que… essas transformações nos demônios do mar têm algo a ver com o Reverendo Lâmpada de Prata?”

A mente de Meng Hao tremeu e seus olhos brilharam. No entanto, ele sabia que não podia deixar-se sentir ansioso, mas precisava dar tempo para as pistas aparecerem. No momento, a constante matança de demônios do mar, juntamente com o seu nível de cultivo, o deixava bastante exausto. Considerando quantos demônios do mar havia na área, mesmo que continuasse matando-os por dias, ele ainda não seria capaz de matar todos eles.

Além disso, ele sabia que, as mudanças drásticas no mar causariam repercussões, não demoraria muito para que pessoas de fora viessem investigar.

― Bem, primeiro eu vou ter que te matar! ― disse, virando-se para o enorme gigante. Se o gigante não tivesse destruído a ilha, Meng Hao não estaria em sua situação atual.

Ele rapidamente exerceu o controle aos símbolos mágicos, enviando-os para se espalhar para limpar o campo de batalha. O gigante se aproximou, rugindo, cercado por bolhas.

Meng Hao deu uma bufada fria e depois apertou a mão direita em punho.

― Primeira destruição do céu! ― disse com os olhos brilhando. Uma imagem ilusória apareceu em sua mão; quase parecia que duas mãos apareceram e se fundiram. Era uma magia que Meng Hao havia adquirido no Pagode, a Destruição dos Nove Céus.

Depois de deixar a seita Imortal, ele ocasionalmente a contemplou. Depois disso, quando ele se encontrou com o espírito do rio, ele foi esclarecido sobre a questão das vibrações. Isso fez com que entendesse, e entendeu completamente.

A Destruição dos Nove Céus era vibração!

O punho desceu e a água explodiu. As bolhas estouraram e o punho de Meng Hao disparou como um raio para bater diretamente no gigante.

― Segundo céu! ― Meng Hao deu um soco novamente, e a água ferveu, criando ondas gigantescas.

― Terceiro céu! ― A intenção de matar cintilou em seus olhos quando socou novamente. O gigante soltou um grito assustador que ecoou no fundo do mar. O punho de Meng Hao bateu no peito do gigante, causando um enorme buraco.

Dentro da carne mutilada, uma pedra cristalina do tamanho da mão de uma criança podia ser vista. Quase parecia um coração. A mão direita de Meng Hao esticou-se para agarrar imediatamente o cristal resplandecente e depois pegá-lo. O gigante tremeu violentamente. Ao mesmo tempo, o ilusório Lírio da Ressurreição atrás de Meng Hao envolveu selvagemente o gigante e depois piscou quando uma imagem fantasma apareceu sobre o lírio branco. Parecia que algum tipo de luta invisível estava ocorrendo.

Tudo isso aconteceu apenas em algumas respirações. Meng Hao agarrou o coração do demônio e depois recuou. O lírio branco tremeu e depois se despedaçou depois que o Lírio da Ressurreição de cinco cores o consumiu instantaneamente. O Lírio da Ressurreição parecia ainda mais feroz, como se tivesse renascido; todas as pétalas de cinco cores ficaram ainda mais resplandecentes.

― Hora de ir! ― Meng Hao rosnou. Sua voz ecoou instantaneamente para o papagaio, que andava coletando corações de demônios. Ele instantaneamente piscou, retornando ao lado de Meng Hao, que então se transformou em fumaça verde e uma lua negra, que subiram em direção à superfície da água.

Hordas de demônios do mar tentaram obstruir seu caminho, e a água-viva entrou em um frenesi ainda maior, disparando incontáveis ​​raios. No entanto, nada disso foi capaz de impedir Meng Hao. Ele rapidamente fez um encantamento, fazendo com que os mais de 10 mil símbolos mágicos girassem ao redor dele em uma tempestade que emanava névoa negra. Então, ele voou diretamente para fora da água.

Nesse instante, inúmeros demônios do mar também voaram. No entanto, foram incapazes de detê-lo quando disparou no ar, transformando-se em um raio de luz que voou para longe.

Ao mesmo tempo, ele suprimiu com força a aura do Lírio da Ressurreição. Não importava se o Lírio da Ressurreição estava disposto ou não, nem o quanto lutava; foi completamente derrotado por Meng Hao.

Ele se moveu com uma velocidade incrível até estar a cerca de 3 mil metros de distância. Finalmente, estava prestes a verificar quantos corações de demônios ele havia adquirido, quando, de repente, sua expressão tremeu quando notou uma nuvem vermelha correndo em sua direção ao longe.

Surpreendentemente, dentro da nuvem vermelha podia ser visto um rosto enorme. Ele estremeceu quando disparou em direção a Meng Hao, emanando a aura da Separação Espiritual.

Os olhos de Meng Hao brilharam e ele levantou a mão, fazendo com que os símbolos mágicos subissem no ar sob a forma de uma tempestade, que então se moveu diretamente para interceptar o rosto na nuvem vermelha.

Um enorme estrondo ecoou. A nuvem se dispersou e os símbolos mágicos de Meng Hao entraram em colapso. Enquanto se espalhavam, Meng Hao voou para trás, com o rosto sombrio. Ele olhou para longe e viu um homem de meia-idade vestindo uma túnica vermelha, avançando com um rosto inexpressivo.

Ele olhou friamente para Meng Hao, seu olhar afiado. A aura da Separação Espiritual dentro de Meng Hao agora podia ser vista, sua energia pulsando intensamente.

Os olhos do homem de túnica vermelha se estreitaram um pouco. Então  viu todos os símbolos mágicos e imediatamente entendeu que a pessoa à sua frente não era fraca.

No entanto, “não fraco” significava pouco para ele.

― Sua primeira ofensa foi causar o caos no Mar Via Láctea! ― ele disse friamente. ― Eu não ligo para como você conseguiu esses espíritos de símbolos, eles pertencem às três seitas. Os estrangeiros não podem possuí-los. Essa é a sua segunda ofensa.

― Dois crimes. Permita-me explicar sua punição… ― O homem de túnica vermelha acenou com a mão, empregando alguma técnica especial que instantaneamente fez com que todos os espíritos de símbolos tremessem e depois se libertassem do controle de Meng Hao e disparassem para o lado do homem de túnica vermelha.

― Eu sou um Santo, e esses objetos me pertencem. Assim, eu vou levá-los de volta. Agora, entregue todos os corações de demônios que você adquiriu e depois saia do Mar Via Láctea!

― Vou te dar três dias. Se você ainda estiver no mar da Via Láctea depois disso… bem, por acaso estou com falta de marionetes. ― Um brilho frio podia ser visto nos olhos do homem, bem como um olhar de arrogância. Sua aura era aquela que invocava profunda reverência e fazia parecer que suas palavras eram como a vontade do céu quando pronunciadas no Mar da Via Láctea.

A expressão de Meng Hao era a mesma de sempre. Ele nunca tinha visto esse cultivador de túnica vermelha antes, mas com um único olhar em seu cultivo, ele percebeu que era diferente do patriarca Huyan. Este homem estava aparentemente no segundo nível da separação espiritual.

Nesse caso, a identidade do homem era óbvia.

― Não podemos conversar sobre isso? ― perguntou Meng Hao.

― Não. Não há nada para discutir ― respondeu o homem de túnica vermelha calmamente.

― Mas não quero entregar os corações dos demônios ― disse Meng Hao friamente ― nem os espíritos de símbolos.

O homem de roupa vermelha respondeu com um bufo frio. Ele acenou com a manga direita, fazendo com que mais de 100 mil espíritos de símbolos saíssem de dentro da bolsa. Em um piscar de olhos, eles apagaram o céu e lançaram tudo na sombra.

― Bem, então você pode morrer. Qualquer que seja a seita ou clã a que você pertença, pode vir até mim e pagar um preço de resgate para recuperá-lo. ― Com isso, os 100 mil espíritos de símbolos se espalharam pelo ar e dispararam em direção a Meng Hao.

Quando se aproximaram, Meng Hao deu um tapa em sua bolsa, fazendo uma enorme roda de bronze. Estava coberta de símbolos mágicos que brilhavam instantaneamente com uma luz brilhante quando começou a girar.

Ao mesmo tempo, uma sensação do poder do tempo apareceu. Ele se espalhou para preencher a área, fazendo com que os espíritos mágicos dos símbolos revelassem de repente a antiguidade. Eles começaram a se mover mais devagar, permitindo que Meng Hao avançasse casualmente pelo meio deles.

“Um tesouro do tempo!” pensou o homem de túnica vermelha.

Ao mesmo tempo, Meng Hao realizou um encantamento e depois apontou para a frente. Instantaneamente, a Formação de Espada do Tempo apareceu. À medida que girava, transformava-se na forma de uma flor de lótus, o que fazia com que o poder furioso do Tempo varresse em todas as direções. Parecia estar trabalhando em uníssono com a Roda do Tempo quando Meng Hao sacudiu a manga, fazendo com que ela voasse em direção ao cultivator de túnica vermelha.

― Um tesouro do tempo… ― o homem de túnica vermelha disse friamente. ― Parece que eu te subestimei[1]. ― Ele acenou com a mão direita no ar, fazendo os 100 mil símbolos mágicos girarem. Instantaneamente, 10 mil deles explodiram, causando uma explosão  através do poder do Tempo. O resto dos símbolos continuou a disparar em direção a Meng Hao.

― Encantamento Consumação da Montanha! ― Meng Hao avançou, estendendo a mão direita e empurrando-a para o mar. Instantaneamente, a água do mar agitou e de suas profundezas subiu uma montanha. A montanha se despedaçou em inúmeros fragmentos que, em seguida, dispararam na frente de Meng Hao, reformando-se na forma de uma pequena montanha.

Depois de chegar ao Terceiro Anel, foi a primeira vez que Meng Hao usou uma montanha real para combater um inimigo com o Encantamento Consumação da Montanha.

Assim que a magia apareceu, a enorme coleção de 90 mil símbolos mágicos revidou contra a montanha. Sons estrondosos podiam ser ouvidos, mas Meng Hao continuou a avançar. Ele estava agora a cerca de trezentos metros do homem de túnica vermelha.

O homem franziu a testa e depois fez um encantamento com a mão direita. Ele apontou para o céu, fazendo com que o brilho de espadas subisse ao céu, vindo da cidade Anéis dos Mares.

Três espadas voaram pelo ar, emitindo um som de zumbido. Sua velocidade incrível era tanta que rapidamente se tornaram invisíveis.

Muitos dos cultivadores da cidade viram o que estava acontecendo e ficaram completamente chocados. Seus rostos tremeram quando chegaram à conclusão de que o Santo havia encontrado um inimigo formidável!

Quase simultaneamente, as três espadas apareceram na frente do homem de túnica vermelha. Elas não pararam nem por um momento, mas dispararam diretamente em direção a Meng Hao.

A voz do homem de túnica vermelha era fria quando ele disse: ― Essas minhas três espadas foram forjadas com um Osso do Sol[2], algo raramente visto no Mar da Via Láctea, mesmo em dez mil anos. Ele toma emprestado o poder das estrelas e o refina em uma força imortal que pode superar qualquer obstáculo.

Quando as três espadas se aproximaram, Meng Hao acenou com a manga direita, fazendo com que a ponta da Espada do Tempo voasse. Ela se moveu com uma velocidade incrível, perfurando o ar, enviando ondas do poder do Tempo enquanto se dirigia para o homem de túnica vermelha.

Surpreendentemente, um fio de seda estava conectado à ponta da espada, brilhando friamente à luz do sol.

― Essa ponta de espada vem de uma árvore da primavera e outono de 70 mil anos ― disse Meng Hao friamente. O resto da espada foi destruído por um imortal, mas a ponta é eterna. O tempo não a prejudicou, e eu a refinei num tesouro. Pode matar e exterminar inúmeras formas de vida, e nada pode enfrentá-la.

― A seda nela é algo raramente visto no céu e na terra. Se a seda permanecer intacta, não posso ser morto.

Quando a ponta da espada apareceu, as três espadas do homem de túnica vermelha pareciam ter medo.

As pupilas do homem de túnica vermelha se contraíram quando ele olhou para a ponta da espada. Ele podia sentir o incrível poder do tempo emanando dela. Ele sentiu que, se chegasse perto demais,  ele começaria a se desfazer pelo tempo, e sua força vital seria reduzida.

― Você é um cultivador do Tempo ― disse o homem, olhando para Meng Hao.

― Você é um dos Santos das três seitas! ― respondeu Meng Hao.

 

 

 

 


Tradutor: Drago   |   Revisor: Delongas


 

[1] Sim, todos comentem esse ‘pequeno’ erro mortal.

[2] Osso do Sol é o osso vermelho de um peixe, que segundo algumas pessoas, queima como o sol ao contato com a pele.

É uma lenda antiga da china.

 


Nota do Drago sobre o capítulo:

Minha nota sobre o cap: estou triste que não achei uma imagem de osso do sol, vou compensar com uma parecida:

 

eu esperando army e exol fazerem as pazes | Fotos de esqueleto ...

kkkkkkkkkkkk

 


Fontes
Cores