RI – Capítulo 698 – Mãe


A mulher de meia-idade sussurrou: “Wang Ping… é você?”

Wang Ping foi até a mulher, olhando para seu rosto que não tinha mais a juventude de antes e sorriu. “Zhou Ruotong!”

A mulher de meia-idade mordeu seu lábio e olhou para Wang Ping. Depois de um bom tempo, ela revelou um sorriso gracioso e disse suavemente: “Te reconheci no momento que lhe vi…. Depois de tantos anos, você ainda voltou.”  

Wang Ping sentiu melancolia conforme olhava para a mulher em sua frente. Também havia uma menina de quase dez anos de idade ao seu lado. Esta menina se parecia muito com Zhou Ruotong.  

Wang Ping perguntou: “Esta é sua filha?”

A mulher assentiu. Ela se virou para a menina e disse: “O chame de ‘tio‘. Ele foi um amigo de infância da sua mãe.”  

A menina parecia um pouco tímida. Ela ficou atrás de sua mãe e sussurrou: “Tio…”

Neste momento, algumas das pessoas entre os moradores também reconheceram Wang Ping. Contudo, quando olharam para os soldados armados, eles ficaram com medo de cumprimentá-lo.

Wang Ping sorriu para a menina e perguntou: “Qual é o seu nome?”

A menina atrás de sua mãe não falou. Seus olhos estavam cheios de medo.

Wang Ping suspirou quando olhou para a mulher e disse: “Vou para a montanha de trás para pagar respeitos ao Avô Sun…”

A mulher sorriu. Do começo ao fim, ela não olhou para Qing Yi, que estava ao lado de Wang Ping. Ela pegou sua filha para ficar ao lado do seu marido. Seu marido era um homem musculoso e obviamente herdou a habilidade para caçar do seu sogro. Contudo, se Wang Ping olhasse atentamente, descobriria que este homem não era um estranho.    

Wang Ping se virou e caminhou em direção a montanha de trás. Antes de seguir Wang Ping, Qing Yi olhou pensativamente para a mulher que esfregava a cabeça da sua filha.

Só depois de Wang Ping andar vários passos, a menina se escondendo atrás da sua mãe expôs sua cabeça e gritou: “Tio, meu nome é Xu Nianping!”[1]

“Nianping… Nianping…” Os passos de Wang Ping pararam e ele soltou um suspiro. Ele não se virou e continuou se afastando.

Quando ele desapareceu, os moradores dispersaram. O homem musculoso ao lado da mulher soltou um suspiro e disse suavemente: “Por que você fez isso?”

“Irmão, não fale mais sobre isso.” Zhou Ruotong olhou com um sorriso. Seu sorriso era muito bonito e revelou uma expressão alegre.  

“Estou contente em ser capaz de vê-lo novamente.”

Não haviam ervas daninha no túmulo de Sun Tai. Ficou claro que alguém esteve o limpando. Wang Ping ficou na frente do túmulo por um bom tempo antes de ir embora em silêncio.  

Wang Ping sussurrou: “Qing Yi, acho que visitarei meu pai em breve… eu não o vi em quase vinte anos…”

Qing Yi não falou e apenas o seguiu silenciosamente. Não importa onde Wang Ping quisesse ir, mesmo no submundo, ela o seguiria. Isso não tinha nada a ver com seu acordo; ela o acompanhava de boa vontade.  

“Há algumas coisas que preciso perguntar a ele…” Wang Ping olhou para o Vilarejo Lua Caída mais uma vez e foi embora.

***

Na Cidade Água Copiosa, Wang Lin não ia a pousada há um bom tempo. Ele só ficou sentado dentro do pátio o dia todo. Ele estava esperando, esperando pelo retorno de Wang Ping.  

As folhas caindo precisam voltar a suas raízes. Uma criança errante também voltará um dia a seus entes queridos.

Três meses depois, a Cidade Água Copiosa estava em tumulto e caos. A maioria dos criados na mansão partiram. Apenas um velho criado que não tinha lugar para ir escolheu ficar.  

A Cidade Água Copiosa estava quase vazia, pois todo mundo fugiu da guerra. Embora não houve vítimas civis onde o exército do Império do Paraíso foi, o pânico ainda espalhou-se.

A Cidade Água Copiosa foi ocupada pelo Império do Paraíso e o exército continuou avançando. Wang Ping estava parado fora da cidade. Ele não entrou, mas foi embora com o exército.  

“Pai, ainda não completei meu desejo. Uma vez que terminar, voltarei para vê-lo…”

A roda do tempo continuou girando conforme a primavera, verão, outono e inverno mudaram várias vezes. Num instante, outros cinco anos se passaram.

Wang Ping tinha cinquenta e dois anos.

O Império Da Qin e o Império Chen Yun se renderam um depois do outro. Depois, o Império do Paraíso se tornou o único império no Planeta Ran Yun.

Quando saiu de casa, tinha vinte e sete anos. Levou vinte e cinco anos para obter tudo que queria. Apesar de que muitas coisas do qual ele não estava ciente, aconteceu para tudo isso se realizar, já que Wang Lin disse “sim” para seu pedido, nada disso foi surpreendente.  

Às vezes, ele sentia que o tempo passou muito rápido.

Após conquistar o mundo, Wang Ping não foi ver Wang Lin imediatamente. Em vez disso, ele olhou calmamente para as montanhas e rios que lhe pertenciam e sentiu o poder do mundo.

Wang Lin ainda sentava no pátio todas as manhãs, acompanhado pelo velho criado e vivendo sua vida comum. Durante esses mais de cinquenta anos, seu coração estava evoluindo gradualmente.

Dez anos se passou tranquilamente sem ondas sendo iniciadas.

O Wang Ping de sessenta e dois anos parecia muito velho. Esses dez anos de um líder supremo fez seu coração sentir-se ainda mais cansado. Isso lhe fez sentir falta da sua infância e os oito anos de viagem pelo mundo. O que mais sentia falta era a sensação do seu pai lhe acompanhando por aqueles vinte e sete anos.   

Qing Yi havia se transformado em uma mulher velha e rugas tinham aparecido em seu rosto. Entretanto, seu olhar era ainda mais tenro que antes.

Apesar do fato que nunca tiveram uma criança em todos esses anos…

Neste dia, era o trigésimo quinto ano desde que Wang Ping deixou seu pai. As folhas voando no vento revelaram um indício da frieza do outono.

Wang Ping renunciou da posição como líder supremo do mundo mortal. Antes de ir embora, ele deu o mundo que conquistou a um oficial que o seguiu o tempo todo.

O que levou consigo, além dos trinta e cinco anos de memórias, foi Qing Yi. Depois de subir em uma carruagem, ele foi lentamente em direção ao seu pai.

Conforme a carruagem andava na estrada oficial, as folhas na beira da estrada os acompanhavam. As folhas balançavam de um lado para o outro junto com o vento antes de cair no chão.

As folhas caindo sempre acabará de volta às raízes de sua árvore, assim como uma criança errante também voltará a seus entes queridos. Como a distância entre as folhas e a terra, a Cidade Água Copiosa ficava cada vez mais perto…

Atualmente, Wang Lin estava sentado dentro do pátio. Seu único criado morreu há três anos, então ele agora era a única pessoa restante nesta casa enorme.

Tinha uma mesa em sua frente com duas cadeiras extras. Haviam alguns pratos na mesa, um pote de vinho e três pares de hashis.

Os pratos ainda emitiam o vapor quente e fragrância saía deles. Quando o vento passava, sua fragrância era espalhada para fora da mansão.

O barulho dos cascos de cavalo apareceu seguido pelo som das rodas rolando no chão. Esse som ficou cada vez mais alto até parar fora da mansão.

Wang Ping desceu da carruagem e sorriu para Qing Yi quando lhe ajudou a descer, então passaram pela porta. A placa verde e vermelha com as palavras “Mansão Wang” pareceu sofrer com a passagem do tempo. O verde estava desaparecendo e o vermelho expôs marcas brancas.  

Wang Lin levantou a cabeça. Pareceu ter esperado trinta e cinco anos para fazer isso. Ele revelou um sorriso gentil e disse: “Venham e sentam-se, os pratos ainda estão quentes.”  

As palavras simples revelaram uma cordialidade calma. Não houve perguntas, dúvidas ou cortesia. Era como se Wang Ping voltasse frequentemente. Os olhos de Wang Lin revelaram um olhar tenro.   

Wang Ping olhou para seu pai. Faz trinta e cinco anos. Depois que partiu, não viu seu pai sequer uma vez. Se tivesse, era apenas em seus sonhos.   

“Pai…” Wang Ping ajoelhou no chão e duas correntes de lágrimas caíram de seus olhos.

Qing Yi também ajoelhou-se ao lado de Wang Ping e disse suavemente: “Pai…”

Wang Lin levantou-se, ajudou Wang Ping e Qing Yi a levantar e disse: “Vamos comer.”

Esta refeição durou um bom tempo. Um afeto há muito tempo perdido apareceu no coração de Wang Ping. Ele esteve separado desse sentimento por trinta e cinco anos…  

Durante os trinta e cinco anos que Qing Yi acompanhou Wang Ping, ela havia identificado Wang Lin há muito tempo. Ela sabia que ele era Xu Mu, o Sênior que abateu seu caminho sozinho até o Planeta Mil Ilusões e chocou todo o Domínio do Norte! Afinal, Yun Wufeng mencionou as palavras “Xu Mu” naquela época.  

Até agora, ela ainda não podia acreditar nisso. Era impossível pensar que esse velho bondoso era Xu Mu, quem uma vez chocou todo o Domínio do Norte.

Qing Yi não contou a Wang Ping as lendas a respeito de Xu Mu. Afinal, tudo isso aconteceu antes mesmo dela nascer. Tudo era apenas rumores, então ela não tinha direito de lhe contar.  

Não foi até o luar gradualmente ficar brilhante e o vento do outono passar que Wang Ping abaixou seus hashis e olhou para seu pai. Ele tinha mil palavras para dizer, mas neste momento, ele não pôde dizer nenhuma delas.

Wang Lin olhou para Wang Ping e disse lentamente: “Ping’Er, o que você quer perguntar?”

“Pai, quero saber sobre minha mãe…” Fazia mais de sessenta anos desde que Wang Ping perguntou a primeira vez. Ele se lembrava que só tinha perguntado uma vez e viu quão cabisbaixo seu pai estava naquela época.

Esta foi a segunda vez que perguntou.

Wang Lin ponderou silenciosamente. Depois de um bom tempo, seus olhos revelaram um vestígio de reminiscência. Olhando para as estrelas brilhantes no céu, ele disse suavemente: “Te contarei uma história…” Disse ele: “Há um planeta chamado Suzaku…”  

A voz de Wang Lin revelou um senso denso de vicissitude. Da sua boca, ele contou lentamente a história de um jovem chamado Wang Lin e seus quase novecentos anos de vida.

De quando entrou no Mundo da Cultivação, a Seita Heng Yue, a Seita Dao Misterioso. A história da vida de Wang Lin gradualmente abriu-se como um pergaminho perante Wang Ping e Qing Yi.

A história foi muito, muito longa…

No entanto, aqueles que ouviam a história podem sentir uma aura indescritível e estranha que fazia o coração de qualquer um que ouvisse tremer…

Wang Ping olhava fixamente para seu pai conforme escutava a história. Ao seu lado, os olhos de Qing Yi estavam bem abertos enquanto escutava a história. Ela não pôde deixar de ficar imersa nela, apesar dela saber que o protagonista era o pai de Wang Ping, o velho na frente deles.  

“Essa cultivadora era chamada Liu Mei…”


Tradução: DivineMelody | Revisor: Bczeulli

QC: Bravo



[1] O nome dela é literalmente lembrar-se do Ping. Xu é o nome da família, mas seu nome é Nianping. Nian significa lembrar-se e Ping refere-se a Wang Ping.


Fontes
Cores