ZTJ – Capítulo 196 – As Oito Tempestades das Direções Cardinais Emergentes da Rocha Negra


CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                                  PRÓXIMO CAPÍTULO


Não, naturalmente não havia nenhuma maneira de mudá-lo.

Se não houvesse o destino, então, consequentemente, não haveria nada como revoltar-se contra o céu ou alterar o destino.

Chen Changsheng olhou para a parte final do diário, e permaneceu em silêncio por um longo tempo. Foi difícil para ele colocar seus sentimentos em palavras; se sentiu aliviado, mas ainda mais decepcionado. As palavras de Wang Zhice foram como um trovão, soando alto em seu mar de consciência. No entanto, foi uma pena que não era o trovão da primavera, e não havia chance de provocar uma chuva primaveril que umedeceria o chão. Era mais como um alarme tocando, fazendo com que ele acordasse da sua esperança fabricada.

Esta parte era muito poderosa, mas para ele, não tinha qualquer significado — não, deveria haver mais do que apenas este diário. A força de vontade que Changsheng Chen havia se desenvolvido a partir dos últimos anos de vida e resistência a circunstâncias mortais; portanto, ele não tardou em se acalmar. Ele determinou que isto não era tudo o que a noite tinha a oferecer no Pavilhão Lingyan.

Quando o pavilhão havia sido construído, seu mestre Daoísta Ji já havia se tornado uma figura importante dentro da capital. Quando esses honrados súditos ficaram gravemente doentes e a beira da morte, seu mestre havia os tratado, então, ele naturalmente sabia de ainda mais segredos. Tê-lo feito entrar no Pavilhão Lingyan através de inúmeros obstáculos definitivamente não foi apenas para ele ler o que Wang Zhice tinha escrito.

Ele pôs o diário que havia acabado de ler no punho da adaga. Ele olhou para aquela caixa na parede de pedra verde, e olhou para os fios de bronze indescritíveis e para os botões densamente comprimidos. Quanto mais olhava, mais sentia que a imagem da caixa parecia ser extremamente parecida com o vasto mar de estrelas no céu noturno. Ele não ficou hipnotizado por esta visão, porém, logo em seguida estendeu a mão para pegar a caixa. Ele também colocou-a no punho da adaga.

O diário e a caixa não eram pequenos, e não importava como olhasse para eles, parecia impossível para os enfiar no punho da espada. Entretanto, foi dessa exata maneira que ele os empurrou para dentro. Era como uma árvore enorme, com uma circunferência de trinta centímetros sendo engolida pela areia movediça ou uma montanha sendo sugada para um outro mundo através de um buraco negro. Sob o suave brilho da Pérola Noturna, essa cena pareceu um tanto estranha.

Depois de terminar essas duas tarefas, ele enfiou a mão na parede de pedra verde e cuidadosamente sentiu o redor da caixa. Como esperado, encontrou uma rocha negra depois de um curto período de tempo.

Esta rocha negra tinha cerca de metade de um dedo de altura, e era ligeiramente leve. Apenas olhando para ela, poderia-se discernir sua dureza, e a ponta de seus dedos verificou esse sentimento enquanto tocava.

Chen Changsheng sentou em um canto e levantou a pedra negra em frente da Pérola Noturna. Ele examinou-a atentamente — se esta rocha negra estava escondida junto com o diário de Wang Zhice no Pavilhão Lingyan, definitivamente não era um objeto comum.

A superfície da rocha negra era suave e o furo se assemelhava a um nevoeiro. Não havia rachadura em sua superfície, e era inteiramente preta como tinta. No entanto, se assemelhava ainda mais com o mar em uma noite sem estrelas. Claramente não havia nada na superfície da rocha negra para olhar, porém, ele a encarou por um longo tempo. Era como se houvesse ondulações de ondas de tinta, produzindo inúmeros tons diferentes de preto.

O olhar de Chen Changsheng pousou sobre a rocha negra, que era tal como um mar negro.

O mar negro era o céu de noite.

A consciência dele viajou pelo céu noturno.

O céu noturno, que era originalmente um breu, de repente, começou a brilhar com incontáveis estrelas.

Neste momento, ele parecia exatamente como naquela noite quando fixara sua Estrela Destinada. Ele havia entrado um estado único, assim deliberadamente flutuando no céu noturno e voando livremente através das estrelas. Após um período indeterminado de tempo, ele viu que uma pequena estrela vermelha havia aparecido em uma área extremamente longe no céu noturno.

Chen Changsheng serenamente olhou para aquela estrela, sentiu-se extremamente confortável, tal como se essa estrela fosse sua Estrela Destinada.

A estrela era pacífica e saudável, repleta de vida, que constantemente espalhava puros e brilhantes raios de luz, e não como se ela estivesse prestes a extinguir-se.

Ele, de repente, percebeu algo.

Mesmo se realmente fosse morrer em cinco anos, aquela estrela ainda continuaria a brilhar.

Este fato deu-lhe algum conforto, mas depois, causou-lhe ainda mais desapontamento e sofrimento.

No espaço circundante desta estrela vermelha, havia inúmeras outras estrelas.

Ele olhou para as estrelas e percebeu que essas estrelas que estavam penduradas no céu noturno também olhavam fria e pacificamente em sua direção. Em outras palavras, estavam encarando aquela pequena estrela vermelha que lhe pertencia.

De repente, começou a sentir-se incomodado, e um sentimento muito forte de medo cresceu em seu interior. Foi como quando havia visto aqueles retratos dentro do Pavilhão Lingyan. Ele sempre sentiu-se sendo observado por aquelas pessoas.

Elas já estavam mortas, mas aparentava ainda estarem vivas.

Essas estrelas não podiam falar, porém, pareciam querer dizer-lhe algo.

Sua consciência não sabia que seu corpo estava atualmente ainda dentro do pavilhão, sentado com as costas contra a parede de pedra verde. Ele estava extremamente rígido, como uma escultura.

A rocha negra, que estava entre os seus dois dedos, de repente, tornou-se extremamente brilhante, acabado por emitir inúmeros raios de luz e calor. Esses raios não conseguiram penetrar por entre as portas e janelas, e somente seu corpo podia sentir o calor.

Chen Changsheng que estava dentro do Pavilhão Lingyan começou a suar sem parar. O suor se vaporizou e tornou-se em uma nuvem de névoa branca, enrolada em torno de seu corpo no final.

A nuvem de névoa branca também carregava um tipo de cheiro indescritível, bizarro, que felizmente foi preso pelas bordas da neblina, não deixando uma única parte para fora.

Uma aura indescritível, fantástica, surgiu de dentro da pedra negra, e entrou em seu corpo junto das pontas dos dedos. Passou por seu Palácio Etéreo[1], finalmente pousando em seu mar de consciência.

Um som alto ressoou no mar de consciência de Chen Changsheng. Deu-lhe um sentimento diferente do que houvera experimentado previamente, depois que havia acabado de ler o diário de Wang Zhice. Este barulho de trovão se assemelhou ainda mais como um verdadeiro trovão.

Inúmeras ondas tempestuosas surgiram em seu mar de consciência, como se estivessem prestes a rasgar o Reino da Abertura Etérea.

Enquanto inclinava-se contra a parede de pedra verde, seus olhos piscavam sem parar, movendo-se cada vez mais rápido, e também começando a suar mais. A névoa branca ao seu redor começava a ficar cada vez mais densa até chegar ao ponto de cobrir por completo seu rosto.

Profundamente dentro desta névoa branca, seus olhos ainda estavam firmemente fechados, porém não ficaram tremendo em alta velocidade. Depois do trovão da primavera, inúmeras imagens apareceram em seu mar de consciência.

Ele estava dentro de uma grande igreja que tinha luz por todo o lado. Todos os inúmeros sacerdotes se ajoelharam no chão, e havia centenas de esculturas de ambos os lados da igreja, que pareciam muito modestas, sob a luz.

Profundamente dentro da luz ondulatória, estava uma pessoa idosa com vestes divinas e uma coroa divina firmemente agarrada a seu cajado divino. Ele orava em voz alta para a multidão de estrelas no céu acima da igreja, e um homem de meia idade ligeiramente rechonchudo ajoelhou-se diante do trono divino. Após a cerimônia de oferendas ter continuado, uma projeção da luz estelar caiu em cima dele. Ao mesmo tempo, uma aura anormalmente majestosa retornou para o céu estrelado de seu corpo.

Houve mudanças nas partes mais profundas do céu estrelado. Estas mudanças eram tão pequenas que algumas estrelas tornaram-se um pouco mais escuras, como se as asas de uma mariposa haviam bloqueado apenas uma parte do sol. Outras estrelas mudaram ligeiramente de suas posições originais, mesmo que elas apenas tenham se movido por um fio de cabelo. Mesmo a plataforma de observação de estrelas mais antiga teria encontrado dificuldades extremas para detectar essas alterações. Nem mesmo a Assembléia do Decreto Divino poderia detectar.

No céu noturno, estrelas moveram-se, escureceram-se ou empalideceram-se. As mudanças pequenas e incontáveis foram combinadas em um ponto, e a estrutura amorfa do poder também experimentara alguma mudança. A estrela central era de um roxo fraco, e lenta e gradualmente começou a intensamente brilhar. Seu brilho tornou-se mais denso e mais belo até seu roxo haver chegado ao extremo de sua própria cor. Logo em seguida, uma luz extremamente brilhante surgiu de repente.

Foi de tal maneira que apareceu a Estrela Roxa Abstrusa do Imperador. No mundo mortal, os exércitos do Estado de Tianliang haviam deixado a Montanha da Bifurcação vindo da direção leste, assim derrubando dezessete cidades em um piscar de olhos. Eles sitiaram Luoyang e apreenderam o mausoléu da capital, onde o Imperador Taizu formalmente tomou o trono.

Anos mais tarde, horripilantes sons de morte surgiram no Jardim das Cem Ervas, e aquela noite tranquila foi interrompida. As estrelas que uma vez mudaram de posição e em brilho, lentamente, começaram a escurecer. Sangue fluiu como um rio, e os irmãos mataram uns aos outros. No final, de todos aqueles proeminentes filhos do Imperador Taizu, apenas uma pessoa sobreviveu.

Muitos anos mais tarde, depois de um jogo de cartas e depois de brincar com muitas belas servas, o Imperador Taizu chegou sob a base das heras e olhou para as estrelas no céu noturno. Seu rosto revelou um sorriso dolorido.

Aquela Estrela Roxa Abstrusa no céu noturno continuou a deslumbrar os olhos da população. No entanto, já não mais pertencia a ele, mas ao seu filho, o famoso Príncipe de Qi, conhecido por sua sincera devoção. Ele também era o atual Imperador Taizong.

As galáxias continuaram a experimentar mudanças, ocupando as vinte e quatro constelações da região do deserto central. Parecia que estavam prestes a gastar toda a energia que havia acumulado desde os tempos remotos em poucas décadas.

O brilho das vinte quatro constelações foi tão deslumbrante que as pessoas nem perceberam que a Estrela Roxa Abstrusa do Imperador, que havia sido cercada por estas constelações, já havia começado a mudar de posição. Embora houvesse apenas mudado por um pedaço da perspectiva do chão, ela, na verdade, já havia se deslocado ao norte. Ela diretamente se aproximara da escuridão do céu noturno.

O grande exército-demônio sofrera uma derrota esmagadora e retornara ao norte, e assim, o mundo dos humanos novamente pacificou-se. O Pavilhão Lingyan foi construído na capital por um pintor magro deitado no chão, pintando sem parar. A expressão no rosto dele aparentava ser uma ligeira perturbação.

A rainha mais querida e venerada do Imperador Taizong havia morrido por uma enfermidade e o irmão da rainha, o homenageado que teve o primeiro retrato no Pavilhão Lingyan, Duque de Zhao, cometeu suicídio sob as ordens do soberano. No entanto, no descrito nos livros de história, ele morreu pela mesma razão que a sua irmã, a doença mais comum do Rio Luo[2]. Logo depois, a única pessoa no mundo que era corajosa o suficiente para discutir com o Imperador Taizong, o Duque de Zheng, também morreu por uma enfermidade. Qin Zhong e Yu Guan que eram os mais leais ao Imperador Taizong também morreram por uma razão desconhecida. No entanto, morreram muito pacificamente, e poderia-se até mesmo dizer que morreram de forma alegre, sem terem pronunciado nenhuma queixa.

A Dinastia Zhou floresceu, mas estes famosos súditos e Generais Divinos, em vez disso, começaram a lentamente definhar.

Durante um determinado final de outono, depois de participar do funeral de um súdito colega, entrou silenciosamente no palácio imperial e chegou ao Pavilhão Lingyan. Ele olhou para os retratos na parede e, finalmente, chegou em frente de seu próprio retrato. Olhou para si mesmo silenciosamente dentro da pintura. Era como se estivesse participando de seu próprio funeral com antecedência, ele até mesmo riu e disse: “Como se você ainda estivesse vivo”.

Ele escondeu uma caixa na parede de pedra verde ao lado do retrato antes de virar e sair.

O Wang Zhice da pintura assistia enquanto o Wang Zhice de carne e osso andava para fora do Pavilhão Lingyan, sorrindo sem dizer uma palavra.

Chen Changsheng abriu os olhos e novamente acordou. Naquele momento, a nuvem de neblina que sempre o cercava, de repente, dispersou. Era como se ela tivesse colapsado. Ela pousou em seu corpo a uma velocidade que não podia ser vista claramente a olho nu. Ela atravessou o uniforme da Academia e entrou em seu corpo através dos poros em sua pele.

A névoa era originalmente o suor dele, então depois que ela retornou ao seu corpo, neste momento, ela havia se transformado em uma substância aquosa. Formou inúmeros pequenos riachos dentro de seu corpo, umedecendo o vale do rio seco do Grande Exame. Depois, caiu para no abismo profundo, no último abismo da cordilheira quebrada, sem produzir nem mesmo qualquer onda sonora.

O céu das planícies nevadas, onde havia superaquecido na luta contra o Gou Hanshi, começou a nevar. A neve era como penas de ganso, que graciosa e levemente flutuavam. Parecia ser lento, mas era extremamente rápido, ao mesmo tempo que fazia com que o deserto inteiro se tornasse, mais uma vez, uma vasta extensão de uma infinda brancura.

Depois, as Oito Tempestades das Direções Cardinais correram de todos os lados, talvez horizontalmente, talvez verticalmente, ou talvez do chão embaixo. Elas produziram uma ligeiro tamborilamento, por assim golpear a água do lago que flutuava no ar. Era uma visão incomparavelmente magnífica.


¹-Ou por seu coração.
²-(Enxarcado: Parece até os livros do MEC falando sobre o Comunismo.).


Se você gosta do nosso trabalho, da novel e quer nos ajudar,
Não esqueça de Avaliar Ze Tian Ji na Central Novel e deixar seus comentários.
Isso é de extrema importância para nós. Muito obrigado!
dragão


Tradutor: Vaan   |   Revisor: Enxarcado   |   QC:Asura


CAPÍTULO ANTERIOR                                                                                                  PRÓXIMO CAPÍTULO



Fontes
Cores