Arifureta – Capítulo 108 – Conversando sobre os eventos de um único dia (Parte 1)


O Reino estava estranhamente barulhento enquanto multidões de pessoas conversavam e falavam.

Em geral, você diria que “todos estão animados”, porém, se você olhasse para as expressões faciais do povo no Reino, você notaria que a maioria dessas pessoas tinha expressões tristes e sombrias. A invasão do Reino foi mesmo um evento inesperado.

Fazia cinco dias desde que isso aconteceu, o sentimento de perda e dor ainda persistia nos peitos das pessoas, levando dor para seus corações. Contudo, isso ainda não os impediu de trabalharem na reconstrução; essa era com certeza “a força do povo”.

Na estrada principal do Reino que estava repleta de tristeza e força, um homem com cabelo branco e tapa-olho estava comprando algo parecido com um cachorro-quente (porque algo que não era uma salsicha foi usado como recheio) e o mastigava enquanto caminhava para a sede da Guilda; era Hajime. Apenas Yue e Shizuku estavam a seu lado. Após ir para a sede da Guilda, eles iriam reparar as grandes barreiras, Shizuku se voluntariou para guiá-los para a localização do Artefato.

Shia e Tio estavam esperando no Palácio Real. Julgou se que seria melhor não estimular de forma desnecessária as pessoas com as aparições de outras raças caminhando pelo Reino, assim, elas se voluntariaram para ficar para trás. Mesmo que os cidadãos do Reino soubessem que aqueles que os atacaram foram os Demônios, neste momento, eles poderiam indiscriminadamente as atacarem porque elas “não eram humanas”.

O Reino possuía fiéis fervorosos da Igreja, em primeiro lugar, além dos escravos Demi-Humanos, era difícil encontrar qualquer outra raça além dos humanos. Esse julgamento era considerado correto. Neste momento, se você julgasse apenas pelas aparências, então Kaori seria considerada humana, assim, ela estava ajudando Aiko e os outros alunos, que estavam ocupados ajudando Liliana, e Tio estava dormindo para recuperar o Poder Mágico que ela usou sem parar nos últimos dias.

— A sede da Guilda… no fim, o que você está planejando fazer lá?

Shizuku perguntou a Hajime enquanto ela também mastigava um “cachorro-quente” de queijo.

— Nn? Ahh, eu pensei apenas em enviar uma mensagem relatando que o pedido foi completo. Apesar de ser algo que deveria ser feito em pessoa, vai ser complicado demais viajar de Fhuren para o Mar de Árvores. Eu vou enviar um relatório através das sedes, eles vão cuidar disso adequadamente.

— … por relatório… você está falando sobre aquela criança chamada Myuu? Pensando nisso, eu não a vi por aqui…

Após Shizuku ficar um pouco desapontada e abaixar suas sobrancelhas, eles explicaram que Myuu se reuniu em segurança com sua mãe. Ela foi tomada pela fofura de Myuu após encontrá-la apenas uma vez? — Eu queria abraçar ela… — Shizuku murmurou. Entretanto, após escutar as palavras de Yue, seus olhos se arregalaram.

— … está tudo bem. Vocês vão se encontrar de novo. Já que Hajime vai levar ela conosco para o Japão.

— … quê? O que isto significa Nagumo-kun?

— O que você quer dizer com o que significa isto? É exatamente o que parece. Eu fiz uma promessa com Myuu. Eu disse que a levaria comigo para minha cidade natal.

— Eh… não… mas… Myuu-chan é uma Habitante do Mar, não é?

Hajime encolheu seus ombros como se não houvesse nada de errado enquanto Shizuku ficava embasbacada.

— Eu entendo que você quer dizer, mas isso não é um problema. Há muitas formas de resolver um problema, e se não houver nenhuma, basta criar uma solução. Não dizemos isso com frequência? Algo como se é ou não possível, ou se podemos ou não fazer algo….

— Mas isso, maa, isso com certeza é verdade, mas…

— Em primeiro lugar, não é tarde demais falar sobre isso agora? Shia tem orelhas de coelho… e Yue não apenas é albina1, mas tem caninos afiados e olhos vermelhos brilhantes. Se você pensar a longo prazo, a aparência dela também não vai mudar… você provavelmente nem pensou sobre isso quando eu disse que iria levar ambas comigo para o Japão.

Assim que Hajime fez sua declaração, Shizuku ficou com um sorriso sem graça. Yue, que estava ao lado do garoto, tinha um fraco sorriso em seu rosto. Ela estava segurando a bainha da roupa de Hajime com sua mão em silêncio. De forma suave, um clima suave começou a surgir. Quando Shizuku foi atingida por essa sensação, sua temperatura subiu um pouco, — Obrigado pela refeição. —, ela disse enquanto balançava sua mão para se refrescar.

E enquanto encarava de lado as duas pessoas em harmonia, Shizuku ficou convencida de que, independentemente do que acontecesse, Hajime daria um jeito de encontrar uma solução, mesmo que ela não tivesse evidências disso, quando a Espadachim pensava sobre o caminho íngreme que sua melhor amiga estava percorrendo, Shizuku começou a ficar preocupada e suas sobrancelhas formaram um “八”.

— … Você está cuidando bem de Kaori?

— Nnnn? Isso é algo que você deveria perguntar para a pessoa em questão. Não importa o que eu diga, eu não sei dizer como ela se sente? Maa, para mim, assim como eu prometi, eu não planejo ser cruel.

De repente, Shizuku ficou mais preocupada após escutar essas palavras. Se você olhasse a aparência de Kaori, de uma forma ou de outra, ela conhecia a resposta mesmo sem precisar ouvi-la, — Seu superprotetor. —, ela disse enquanto olhava na direção de Hajime.

Shizuku estava se sentindo um pouco envergonhada e como o garoto mostrou sinais de estar impressionado com sua declaração, Yue de repente soltou uma bomba.

— … é porque ele é assim que foi atacado. Hajime, aguente firme.

— O-oh.

— Eh? Por favor, espere um momento. Foi atacado? Quem fez o que com quem?

— … Kaori atacou Hajime. Parece que durante a confusão, ela roubou um beijo… maldita seja Kaori2.

— Ka-Kaori roubou… sem chances… é verdade, Kaori já subiu os degraus da vida adulta…

Antes que ela percebesse, sua melhor amiga tinha se tornado mais forte em vários sentidos, Shizuku estava com olhos distantes e suas bochechas se contraíram. Como se estivesse sendo deixada para trás, ela começou a se sentir solitária.

— … Aiko também é perigosa. Tome cuidado Hajime.

— … não tem chances de isso ser verdade.

Hajime rapidamente desviou seus olhos do olhar afiado de Yue, ele demorou apenas um segundo a mais para negar essa possibilidade. Shizuku, que se recuperou enquanto as duas pessoas conversavam, — É isso mesmo! —, com um olhar atento assim como o de Yue, ela questionou Hajime com cuidado.

— Por algum motivo, você está falando como se tivesse percebido. Então? Nagumo-kun, o que você fez com Ai-chan?

— Oi, espere. Por que você já está assumindo que eu fiz algo?

— Desde o dia que Ai-chan voltou para o Reino, ela esteve agindo de forma estranha. Sempre que fala sobre você, ela cora. Eu duvido muito que isso se deva ao fato de você repelir aquele enorme exército. Algo definitivamente aconteceu enquanto você ainda estava na Cidade de Ur? Saa, é sério, desembuche logo! É um assunto importante saber se as rivais de Kaori vão continuar aumentando!

— Não, como eu disse, eu…

Shizuku, que se irritou, tentou suprimir esse sentimento enquanto começava a balançar Hajime para arrancar alguma confissão. Então, Yue, enquanto estava inexpressiva, expôs tudo.

— … eles se beijaram. Homem denso.

— !!! Nagumo-kun! Pessoas como você! A outra pessoa é uma Sensei!

— Espere, se acalme. Eu vou explicar tudo, não agarre meu pescoço, não me sacuda!

Com um, — Este arquiteto de eventos amorosos de alto nível! —, Shizuku começou a sacudir Hajime, e assim, a história do garoto agindo como salva-vidas em Ur foi contada. Devido ao veneno, Aiko não poderia beber o remédio por conta própria, como a situação exigia urgência, ele a forçou a beber a Água Sagrada3.

Desde então, as coisas só se intensificaram quando Shimizu foi alvejado e ela foi resgatada da torre isolada no templo central, com Yue acrescentando isso, Shizuku ficou convencida. “Ahh, não… não se apaixone Ai-chan”.

— Maa, eu entendo que não foi sua intenção que isso acontecesse, mas… Nagumo-kun, por algum motivo, você parece ter percebido os sentimentos de Ai-chan. Desde quando você descobriu isso?

— … desde o momento em que eu estava cuidando da Sensei após ela explodir o templo central e matar Ishtar e seu grupo. Como ela estava me observando com olhos estranhamente febris, “Não pode ser isso”, foi o que eu pensei, porém… como imaginado, é isso mesmo, não é?

— … é isso mesmo.

— Isso com certeza aconteceu.

Para as confirmações sem hesitação de Shizuku e Yue, a emergência que foi empurrada para o canto de sua mente surgiu de novo enquanto Hajime olhava para o céu. “O que você vai fazer?”, era o que os olhares de ambos os lados o diziam, Hajime começou a pensar em alguma ideia enquanto se queixava, — Uuuun…

— Un, vamos ignorar isso.

Foi o que ele concluiu.

— … maa, eu não acho que Aiko-chan vai tomar a ofensiva. Ao invés de lidar com isso sem a preparação adequada, apenas deixar tudo como está pode ser o melhor…

— Ah? Ahh, é como você disse. Essa pessoa é uma professora, então ela tem suas obrigações para seguir. Como eu sou um estudante, fingir que eu não notei é a melhor ação a se tomar.

Na realidade, isso era simplesmente complicado demais para se lidar, assim, Hajime compartilhou razões plausíveis enquanto desviava os olhos e esse fato foi visto por Shizuku, que estava o encarando.

O olhar da Espadachim mostrava que ela tinha encerrado o assunto e comeu tudo o que restava do cachorro-quente, então Hajime e as duas garotas por fim chegaram na sede da Guilda dos Aventureiros no Reino. O prédio transmitia uma sensação de ser inferior em relação a história ou escala quando comparado com a filial de Fhuren. Quando a entrada foi aberta, havia muitos Aventureiros indo e vindo freneticamente. Afinal, a quantidade de pedidos no Reino disparou após a invasão.

Hajime e as garotas entraram na Guilda e caminharam na direção das dez filas nos enormes balcões. Embora o local estivesse lotado de Aventureiros, como esperado, as recepcionistas da sede mostravam habilidades esplêndidas em seus procedimentos e as filas continuavam avançando em um ritmo feroz. Além disso, as recepcionistas eram todas lindas mulheres. Correto, elas possuíam belezas incríveis. Também havia uma garota fofa. Uma garota muito fofa.

Contudo, Hajime não era uma pessoa que sucumbiria para tais armadilhas. Afinal, a amada do garoto era uma pessoa que não perderia em questão de fofura ou beleza, ela era uma perfeita beldade. Mesmo agora, ela era a mulher feliz e fofa segurando a mão de Hajime. Não havia chances de ele ficar fascinado com outra mulher.

Por esse motivo, Hajime estava pensando que queria um descanso dessas armadilhas. Afinal, ele não ficaria fascinado com outra mulher que não fosse Yue.

Após se cansar da expressão impressionada de Shizuku, que estava ao lado deles, o garoto finalmente chegou até a recepcionista. Assim que pegou sua Placa de Status, ele também pegou os documentos que provavam que Myuu voltou com segurança para Elisen.

— Apesar de vir relatar a conclusão de um pedido, é possível avisar o diretor Ilwa da filial de Fhuren através dessa sede?

— Como? Uma missão designada… é isso? Eu sinto muito, por favor, aguarde um momento…

A recepcionista inclinou seu pescoço em perplexidade com as palavras de Hajime. Era uma reação adequada, considerando que uma missão designada de um diretor de uma filial nunca seria dada para um Aventureiro qualquer. No momento, os Aventureiros, que estavam cuidando de seus processos perto de Hajime, estavam o olhando com surpresa.

Quando a recepcionista recebeu a Placa de Status de Hajime e olhou seu conteúdo, sua expressão esclarecida foi destruída e se tornou a mesma dos Aventureiros que estavam surpresos. E após comparar a Placa de Status e o rosto de Hajime várias vezes, ela se levantou em pânico.

— Você é sem dúvidas Ha-Hajime Nagumo-sama?

— ??? Ahh, é exatamente o que está escrito na Placa de Status.

— Eu sinto muito, mas, você poderia por favor ir até a recepção? Na ocasião em que Nagumo-sama visitar a Guilda, nós fomos informadas a trazê-lo para dentro… eu vou chamar o Mestre da Guilda agora mesmo.

— Ha? Não, eu só quero pedir que o relatório de conclusão seja enviado para o diretor da Ilwa de Fhuren. Além disso, eu tenho planos de reparar a grande barreira depois disto. Por favor, me poupe desses problemas.

— Eh, ehhhh, isso vai me deixar em uma posição difícil… eu vou imediatamente, imediatamente chamar o Mestre da Guilda, por favor, espere um momento!

Com isso, a recepcionista desapareceu no interior da Guilda enquanto deixava para trás toda a papelada de Hajime e sua Placa de Status com uma velocidade que parecia capaz de gerar força suficiente para criar sons. O garoto ficou decepcionado. Yue e Shizuku acariciaram os ombros de Hajime para consolá-lo.

Apesar do rapaz receber o pedido de esperar um pouco, ele se perguntou se isto seria mais problemático do que ele se apenas se reportasse diretamente para a filial de Fhuren. Enquanto ele pensava nisto, um velhote com uma barba apareceu com a recepcionista anterior. Quando Hajime viu o homem velho, ele ficou convencido. Ele era, com toda certeza, o tipo de velhote que, enquanto rasgava suas roupas para mostrar seus músculos, se transformaria em um bombado velho enquanto soltava um grito, — Funnuuuuua!

Esse velhote com uma atmosfera estranha era com certeza o Mestre da Guilda e no momento que ele apareceu, a Guilda ficou mais barulhenta de repente. Quando o Mestre da Guilda chamou Hajime, a comoção se espalhou pela Guilda inteira.

Parecia que o nome do Mestre da Guilda era Barusu Raputa. Era um nome que, por algum motivo, parecia se referir a uma pessoa em ruínas. De certo modo, não foi tão inoportuno quanto Hajime esperava, seu olhar parecia indicar que ele queria falar com o garoto sobre o relatório para Ilwa.

Não importava para que cidade ele viajasse e que incidentes acontecessem, o rapaz tinha uma sensação em seu peito de que tudo iria terminar bem, porém, isso era esperar demais.

— Barusu-dono, você não irá apresentar eles a mim? Se é alguém que atraiu os olhos do Mestre da Guilda, eu gostaria de me tornar um conhecido. Especialmente porque sou um cavalheiro, não seria correto cumprimentar essas adoráveis mulheres?

A pessoa que disse tais frases afetuosas, enquanto se aproximava de Hajime e as garotas, era um belo rapaz louro. Quatro lindas mulheres estavam seguindo atrás dele. Quando os Aventureiros ao redor o viram, começaram a sussurrar entre si. A razão era porque essa pessoa era um Aventureiro Rank Ouro chamado Abel. Parecia que sua alcunha era Lâmina Relâmpago.

Com isso, Barusu anunciou que Hajime e Abel eram ambos Rank Ouro. O som do ambiente ficou inacreditável em um instante, o que fez o Sinergista ficar com uma expressão perturbadora. Hajime estava a ponto de pegar Yue e Shizuku e deixar a Guilda na mesma hora, porém, Abel com certeza tinha um interesse pelas duas garotas, então ele não tinha intenções de permitir que elas partissem tão facilmente.

Ou melhor, ninguém percebeu que Shizuku fazia parte do grupo do Herói? Hajime pensou nisso com um rosto questionador. Enquanto desconsiderava o atual estado do rapaz, Abel falou com o Sinergista com um rosto revigorado e risonho.

— Fuuuun, você é um Ouro, huhhhh. Você parece bem jovem… mas que tipo de estratégia você usou? Não há chances de ter sido um método correto, não é? Ahh, como foi algo inadequado, você não pode dizer isso aqui, huh… desculpe por não ser atencioso o bastante.

Abel estava cuspindo veneno enquanto sorria. Neste momento, Hajime descartou por completo a ideia de enfrentar o outro Aventureiro. Foi porque ele julgou que o outro não era digno o suficiente para ser um oponente. Yue e Shizuku também perceberam o que Hajime estava pensando e tentaram deixar a Guilda com rapidez.

— Maa, espere um pouco. Só porque eu sou um Ouro verdadeiro, não significa que você tem que fugir. Não é como se eu fosse te devorar. Maa, já que você não pode continuar por aqui, ir embora é uma boa ideia, mas, que tal eu ter uma refeição com essas garotas? Eu vou mostrar a elas o que é um verdadeiro Ouro.

Assim disse Abel enquanto os bloqueava. Seus olhos estavam convencidos de que se ele convidasse as mulheres, elas não iriam recusar. Contudo, considerando a forma como as palavras de Abel soavam diante dos três trapaceiros… isso parecia completamente absurdo. Como Barusu sabia sobre as verdadeiras identidades de Hajime e as garotas, seu rosto estava tremendo.

— Oi, Yaegashi. Cuidar desses garotos bonitos infelizes é o que você faz de melhor, não é? Eu vou deixar isso com você, a especialista, isto é apenas uma versão piorada de Amanogawa.

— Quem é a especialista no quê? Em primeiro lugar, o que você está dizendo sobre o amigo de infância de outra pessoa? Kouki não é… tão decepcionante. Talvez, com certeza… ele não é tão patético e infeliz.

— … Shizuku, você diz coisas inesperadas algumas vezes. Mas eu concordo.

As três pessoas estavam tendo uma conversa natural enquanto ignoravam Abel. Ele provavelmente nunca recebeu um tratamento tão ruim desde que ele se tornou Ouro. As outras mulheres também estavam encarando Yue e Shizuku com fúria.

Como imaginado, isso se tornou um tumulto, então Hajime estava pensando em começar uma contagem regressiva antes de atirar em todas as pessoas que estavam rindo, incluindo o Mestre da Guilda… enquanto o garoto estava tendo pensamentos tão perigosos, uma voz profunda, que falava as palavras de uma garota, chamou Hajime e sua companheira.

— Araaaaaaaan, não são Hajime-san e Yue-oneesama4 logo ali?

Hajime sentiu arrepios com a voz misteriosa e logo assumiu uma postura defensiva com Donner em mãos. E a pessoa que apareceu quando todos se viraram na direção da voz foi…

— O qu-que é este monstro!?

— Quem éééé? Quem poderia confundir o rosto de San-chi com um monstro!?

Abel gritou por instinto contra a massa de músculos com olhos arregalados! A pessoa tinha uma armadura de músculos espessos por todo o seu corpo e rosto, era o que você veria em uma história em quadrinhos, e essa pessoa tinha cerca de dois metros de altura. Mesmo assim, ela tinha cabelo vermelho preso para formar duas marias-chiquinhas presas por um laço bonitinho e o que a pessoa estava vestindo era a famosa Yukata5. Havia muitos babados na vestimenta. Eles estavam tremulando muito. As pernas grossas estavam maravilhosamente expostas.

Por um momento, Hajime pensou que esse era o monstro, Christabel, da Cidade de Brook6, porém, parecia ser uma pessoa diferente. A menos que aquele cara tivesse a habilidade de mudança de forma…

— Hiiiii, fi-fique longe! Quem você pensa que eu sou!? Eu sou o Rank Ouro, Abel da Lâmina Relâmpago! Se você se aproximar mais do que isto, eu vou te abater aqui mesmo!

— Maa, isso é terrível! Ser chamada de monstro em nosso primeiro encontro e morta… você é o mesmo Ouro que o gerente, mas você me trata de forma muito diferente. Mas… seu rosto está dentro das minhas preferências ♡.

Hajime e Yue endureceram ao serem chamados pelo homem-mulher e se lembraram de Christabel, enquanto isso, Abel acabou ficando encurralado. Não, ele? Ela? Havia essa questão também, porém, San-chi estava sendo visto como um inimigo e estava a ponto de ser atacado por Abel.

O homem olhou na direção de Abel com uma expressão impressionada enquanto gritava por instinto. Ela? Se fosse isso, ela parecia preferir a aparência de Abel e se aproximou com impaciência. Com seus olhos brilhando como uma fera enquanto lambia seus lábios.

— Eu disse para não se aproximar! Seu monstro!

Abel, que foi incapaz de resistir ao medo, finalmente sacou sua espada. Era um ataque de um Aventureiro Rank Ouro. Todos pensavam que isso iria acabar com a vida do homem-mulher, no entanto, a realidade estava muito além de suas expectativas.

O homem-mulher, que atravessou a distância em um instante na direção de Abel, enquanto deixava pós-imagens, segurou a espada do Aventureiro com uma mão e o agarrou também. Em outras palavras, era um abraço de urso.

Do corpo de Abel, podia se ouvir estalos e ele tentava escapar com desespero. Contudo, como a contenção era formada por músculos, o Aventureiro não foi capaz de escapar, enquanto ele lutava desesperadamente, o momento trágico de Abel começou.

— Nufufu, eu vou punir cuidadosamente a criança má ♡.

— Pare! Nã–mmuuuuguu!?

Abel começou a entrar em convulsão, após algum tempo, o som de uma espada caindo no chão foi ouvido. Essa cena era quase como a de uma flor sendo podada.

As mulheres que estavam acompanhando Abel ficaram todas pálidas em um instante e correram para fora da Guilda a toda velocidade. Depois disso, a Guilda foi envolvida pelo silêncio; Abel por fim foi libertado e caiu no chão como se estivesse quebrado. Não importava como você olhasse para a cena, a vítima era o galanteador.

Entretanto, o que estava ali era com certeza um Aventureiro Rank Ouro. Ele ainda mantinha parte de sua consciência enquanto encarava o homem-mulher. … porém, ele logo olhou para longe do homem-mulher e encarou a direção de Hajime.

— O-oi, você! Você também é um Ouro, não é!? Então me ajude! Aliás, apesar de você dever ter obtido seu Rank através de meios injustos, eu vou falar bem de você por aí! Seu papel é me ajudar, o Lâmina Relâmpago! Vai ser sua honra! Veja, faça algo depressa sobre este monstro! Seu lerdo!

Embora Hajime não entendesse o motivo para sua ajuda ser requisitava enquanto era verbalmente abusado, seu olhar passou de espanto e se transformou em pesar por Abel. A propósito, “Se isto é mesmo um Ouro, então os Aventureiros deste mundo estão condenados!”, Barusu pensou. O Mestre da Guilda sacudiu sua cabeça como se estivesse negando algo. Devia existir muitos problemas com Abel sendo um Ouro.

E enquanto Abel estava lançando todos os tipos de insultos insuportáveis, aquela que avançou não foi o homem-mulher, mas Yue. Assim, o Aventureiro teve a ideia errada.

— Ahh, você está disposta a me ajudar? Então, esta noite, eu vou reservar um tempo apenas para vo-…

— … não abra sua boca.

Hajime e Shizuku entenderam que a voz de Yue carregava raiva. Parecia que ela tinha ficado um pouco irritada com ele abusando verbalmente de seu amado. Enquanto interrompia as palavras de Abel, um orbe negro rodopiante apareceu na palma direita de Yue.

— … nasça mais uma vez então volte, seu *** maldito.

— Ehhhh? Espe-!? Pare, ah, ah, aaah… !!!

Neste dia, outra pessoa desapareceu, um homem pereceu e deu seus primeiros gritos como um homem-mulher.

Com uma expressão satisfeita, Yue, que esmagou o símbolo de um homem, voltou para o lado de Hajime. Se você olhasse ao redor, todos os Aventureiros homens cobriam seus testículos com ambas as mãos enquanto se encolhiam e tremiam. Alguém entre eles até tinha lágrimas em seus olhos. Parecia que apenas ver a cena era o suficiente para machucá-los.

Então, nesse momento, sussurros começaram a ser ouvidos na Guilda que estava cercada pelo silêncio.

— O-oi, uma garota loura com olhos vermelhos e um garoto com cabelo branco e tapa-olho…

— Eh? Não pode ser, é a “Esmagadora de Testículos”!

— Sério… então esses dois são os “Esmagamantes”…

— Eh? Qual o problema com esses dois nomes horripilantes?

— Você não sabe? Eles são Aventureiros que apareceram como um cometa vários meses atrás. “Uma garota loura com olhos vermelhos como uma rosa. Não seja enganado pela bela aparência dela, se você se deixar levar, o que o aguarda é um novo mundo. Ela tem a aparência de uma Deusa, mas ela também é a filha do Lorde Demônio. A seu lado está o garoto de cabelo branco e tapa-olho. A encarnação da irracionalidade. Palavras nunca chegam até ele. Não faça contato visual. Não fale com ele. Não entre no campo de visão dele. Isto é, se você quiser viver”, isso é o que o menestrel que veio de Brook disse. Na verdade, até em Fhuren e Horuado, houve muitos homens cujos filhos foram assassinados e ficaram em um estado incapaz de se recuperarem, tudo feito por um grupo desconhecido.

— Que história é essa? Que assustador!

Parecia que os nomes de Hajime e Yue circulavam no Reino através de Menestréis. Os Aventureiros no ambiente olharam para os dois em terror enquanto tremiam, “Se fizermos contato visual, estaremos acabados!”, eles pensaram enquanto se distanciavam aos poucos e cobriam suas virilhas.

— Vocês dois… o que exatamente vocês fizeram?

Shizuku olhou para Hajime e Yue com um olhar impressionado. Yue parecia indiferente, mas as bochechas de Hajime se contraíram ao saber que rumores envolvendo os nomes dos dois se espalhavam. Então, o homem-mulher de antes chamou eles.

— Há quanto tempo. Estou feliz em ver que vocês dois não mudaram, au.

— … espere, quem é você? Você é um conhecido de Christabel?

Hajime perguntou enquanto ficava na defensiva contra o homem-mulher que piscava para eles. O garoto tinha um pequeno trauma da vez em que foi atacado por Christabel enquanto estava deixando a Cidade de Brook. Mais uma vez, Shizuku, que também testemunhou a estranha cena, pensou, “Para onde as interações sociais normais foram?”, suas bochechas se contraíram de forma involuntária enquanto ela se escondia atrás de Hajime para usar o rapaz como um escudo.

— Ara, que imprudente eu sou… você não me reconhece, nen? Eu me confessei para Yue-oneesama e literalmente sofri uma morte honorável como um homem, porém… você se lembrou?

— … ah. Verdade?

Parecia que Yue tinha uma ideia enquanto olhava o homem-mulher com uma expressão chocada. O homem-mulher riu contente assim que a garota conseguiu se lembrar.

De acordo com o que tinha dito mais cedo, ele se confessou para Yue na Cidade de Brook, mas ele foi rejeitado na mesma hora, as pessoas que sofreram o esmagamento de testículos eram em sua maioria Aventureiros, assim como um homem-mulher, ele/ela estudou sob a tutela de Christabel. A propósito, parecia que o nome dele/dela era Mariabel (nome dado por Christabel).

— Naquela vez, eu fui realmente tolo, au. Eu sinto muito, certo? Yue-oneesama…

— … nn, você ficou esplêndido. Uma nova vida deve ser apreciada.

— Ufufu, eu pensei que a Oneesama diria isso, au. Falando sobre isso, nos últimos tempos, há mais e mais garotos esperando se tornarem aprendizes de Christabel. Se eu não estou enganado, há um ex-Aventureiro Rank Preto7 e alguns mercenários baseados na organização secreta de Horuado8… com isso, o gerente conseguiu expandir suas lojas, nen. Hoje é a inspeção preliminar.

A espinha de Hajime começou a formigar e sua expressão se distorceu e tremeu com o medo. Parecia que por culpa de Hajime e seu grupo, havia uma enorme quantidade de homens-mulheres neste mundo e eles estavam se multiplicando.

Contudo, Hajime não notou que Mariabel era um homem com altura e porte medianos. O rápido crescimento nesses poucos meses foi… devido aos métodos de treinamento de Christabel, que, por si só, pareciam estar em um nível monstruoso.

Além disso, pelo que Mariabel disse há pouco, Christabel foi um Aventureiro Rank Ouro. Naturalmente, seus discípulos se tornariam muito competentes em combate. Estava claro com a luta que Mariabel teve com Abel mais cedo.

Um inigualável e enorme exército de homens-mulheres… era um pesadelo.

Enquanto Hajime observava Yue e Mariabel conversando de forma amigável, ele renovou sua determinação para escapar deste mundo o mais cedo possível.

Shizuku disse com uma voz espantada, — Você colhe o que planta… —, enquanto ela se posicionava atrás dele. Assim, Hajime, que estava furioso, empurrou Shizuku na direção de Mariabel.

Depois disto, o encantado Mariabel deu a Shizuku um grande abraço ao ponto de fazer o rosto da garota ficar pálido, depois de ela se separar do homem-mulher, a Espadachim discutiu com o Sinergista, nesse momento, rumores ridicularizando os relacionamentos de Shizuku começaram a se espalhar, porém… isso vai ser omitido.


Tradutor: Zé   |   Revisor: SrDrumond



Notas

[1] O albinismo (também chamado de acromia, acromasia ou acromatose) é um distúrbio congênito caracterizado pela ausência completa ou parcial de pigmento na pele, cabelos e olhos, devido à ausência ou defeito de uma enzima envolvida na produção de melanina. O albinismo resulta de uma herança de alelos de gene recessivo e é conhecido por afetar todo o reino animal. O termo mais comum usado para um organismo afetado por albinismo é “albino”. O albinismo é associado com um número de defeitos de visão, como fotofobia, nistagmo e astigmatismo. A falta de pigmentação da pele faz com que o organismo fique mais suscetível a queimaduras solares e câncer de pele.

[2] Yue está se referindo aos eventos do capítulo 94, quando Kaori foi possuída por um espírito nas Ruínas Submersas Merujiine e, após tudo ser resolvido, roubou um beijo de Hajime.

[3] Esses eventos aconteceram no capítulo 62, quando Shimizu usou um exército de monstros para destruir a Cidade de Ur e matar Aiko para cumprir as ordens que recebeu dos Demônios.

[4] Oneesama significa “irmã mais velha” em japonês. A diferença entre oneesama e oneesan é que o primeiro transmite mais respeito, e esse termo é mais usado para indicar que a pessoa vem de uma família mais tradicional e rigorosa, normalmente mais abastada.

[5] Yukata (浴衣) é uma vestimenta japonesa de verão, é uma forma casual de quimono usada por homens, mulheres ou crianças, normalmente feita de tecido de algodão ou tecido sintético. Ela normalmente é amarrada ao corpo através de um obi (cinto feito de tecido). Geralmente pessoas usando yukatas são vistas nos festivais japoneses e nos festivais de fogos de artifícios (Hanabi Taikai) e outros eventos tradicionais de verão. É frequentemente usada após o banho em hotéis tradicionais (ryokans) e em onsens. A palavra yukata significa literalmente roupa de banho e originalmente sua intenção era apenas essa, ganhando espaço nos festivais em tempos mais modernos.

[6] Alterando “Crystabel” para “Christabel”. Essa personagem é o gerente da loja de roupas que Hajime e seu grupo conheceram na Cidade de Brook no capítulo 42, antes de partirem para o Grande Calabouço Raisen.

[7] No capítulo 53, Yue e Shia derrotaram um Aventureiro Rank Preto chamado Leganid.

[8] No capítulo 80, Hajime atacou um grupo de mercenários que tentaram sequestrar Myuu e suas companheiras em Horuado, após salvar o grupo do Herói da armadilha de Cattleya no Grande Calabouço Orcus.



Fontes
Cores