CC – Capítulo 239 – Começando a jornada


Eu só ouvi isso após me tornar um Barão, mas, pelo visto, nós prendemos todos os contrabandistas que operavam nesta ilha.

Aqueles com crimes mais pesados receberam a sentença de morte, enquanto os outros se tornaram escravos penais.

Sobre esse assunto, Suzuki e eu apelamos por Pavlov, assim, apesar de ele não estar completamente excluído das punições e ser colocado sob vigilância, ele não seria transformado em um escravo.

Uma das principais razões para isso foi porque o falso Mestre Guerreiro da Morte, que na realidade era um Cavaleiro (se não estou enganado, seu nome era Nelson), estava totalmente ileso.

Afinal, se Pavlov não estivesse por perto, ele poderia até ter sido morto.

Sob o testemunho de Nelson, alguns especularam se nós na verdade éramos criminosos, mas o cristal de verificação de emprego foi capaz de provar que não éramos criminosos.

Nós os contamos que a luz vermelha daquela vez foi devido ao truque de uma habilidade e eles acreditaram com facilidade.

Como Conde Paul escutou de Suzuki que ele usou Falsificação de Status para entrar na tripulação de contrabandistas, eles devem ter assumido que eu era a pessoa que tinha essa habilidade.

Suzuki e eu nos separamos nesse dia.

Eu segui minha busca por Miri.

Cada minuto e cada segundo eram cruciais.

— Entendo, então você já está partindo. Você tem certeza sobre a recompensa a respeito do grupo de contrabandistas?

Metade da quantia recebida pelas vendas dos contrabandistas como escravos e todos os tesouros que eles possuíam pertenciam a Suzuki e a mim.

Entretanto, como levaria tempo convertê-los em dinheiro, eu recusei.

Isso demoraria demais. Me disseram que levaria um mês só para determinar o valor.

Eu não tinha tempo para esperar por isso.

Eu joguei toda a espera e detalhes menores para Suzuki… é claro que isso não foi de graça.

— Yeah, deposite 40% do valor estimado na conta da Guilda de Haru na Guilda dos Aventureiros de Florence.

— Tudo bem.

Quando Haru se registrou na Guilda dos Aventureiros, uma conta para depositar dinheiro foi criada para ela e o dinheiro poderia ser depositado e transferido de qualquer filial da Guilda.

Contudo, havia uma considerável taxa quando se transferia dinheiro, então eu nunca tinha usado esse sistema, já que tinha uma Bolsa de Itens.

Ainda mais quando se levava algum tempo para retirar o dinheiro de outras cidades. A Guilda dos Aventureiros possuía ferramentas mágicas de comunicação, então não era como se eu fosse precisar esperar por meses.

— Que navio você vai usar para o transporte?

— Eu tenho algo em mente.

— Entendo. Se você não se importa, eu estava me perguntando se você gostaria de montar em Pochi? Embora você tenha que esperar por cerca de uma semana.

— Desculpe. Eu não quero ver as três importantes companheiras com quem você viaja mostrando rostos descontentes.

— Eu não acho que elas fariam isso.

Este homem lindo e revigorante. Ele não entende que seria de mau gosto para um homem não-bonito entrar em um grupo com um homem bonito?

Pelo menos seria divertido ter um encontro duplo se Haru e as outras estivessem aqui… apesar de não saber se eu poderia usar esse termo quando o número de garotas era muito maior… mas eu não planejava me intrometer no harém de outro homem.

Além disso, eu tinha muitos aspectos que não poderia mostrar.

Eh? O livro fino que Suzuki escondeu?

Parece que Nelson o encontrou.

Eu não sei que negociações aconteceram entre ele e Suzuki, mas o livro se tornou o tesouro de família de Nelson.

Isso não é algo que deveria ser preservado para seus descendentes.


Na cidade portuária de Deijima, eu logo utilizei minha autoridade de Barão para negociar com os pescadores… e os fiz me levarem para uma ilha deserta próxima.

É claro que eu os dei uma recompensa adequada. Afinal, recebi dez moedas de prata sagrada do Conde Paul, dez milhões de Sense. Ah, Suzuki me ensinou que não apenas as moedas de prata sagrada eram inutilizáveis em lojas regulares, mas também havia a necessidade de funcionários com a habilidade Avaliar Falsificação para verifica-las antes que elas fossem usadas para trocas em Guildas, então era extremamente difícil usa-las, e assim, eu troquei todas elas por moedas de ouro.

Ver mil peças de moedas de ouro alinhadas era um baita espetáculo e realmente me deu a sensação de ter me tornado rico. É claro que moedas de ouro também eram difíceis de se usar, então eu tive que transformar duas moedas de ouro em moedas de prata.

Em suma, eu não estava preocupado com dinheiro, e apesar de essa ser uma viagem curta de apenas duas horas, eu entreguei aos pescadores uma moeda de ouro… isso teria sido muito exagero, então eu os paguei com 30 moedas de prata.

— Muitíssimo obrigado Barão-sama. Quando devemos voltar para recebê-lo?

— Está tudo bem. Eu vou usar o feitiço Retornar para Casa se desejar voltar.

— Ooo, como esperado de um nobre. Vocês são capazes de usar Magia de Espaço-Tempo. Adeus, por favor, sinta-se livre para nos contatar se precisar de mais alguma coisa.

Os velhos pescadores falaram com suas cabeças abaixadas enquanto partiam.

Eu não era nem um nobre nem tinha Magia de Espaço-Tempo, mas não tive que corrigi-los.

Assim, quando fiquei sozinho na ilha deserta, eu voltei para o Meu Mundo.

— Mestre, eu estive esperando por seu retorno.

Pionia logo veio me receber.

Ela sempre me recebia quando eu entrava no Meu Mundo.

Mas como ela sabe o momento em que eu vou aparecer?

— Pionia, você completou a tarefa que mencionei daquela vez.

— Afirmativo. Eu preparei aquilo.

Pionia disse e me guiou para o estaleiro.

Atracado lá estava um veleiro de escala menor quando comparado com aquele que eu dei aos piratas no passado1.

Contudo, as preparações que eu pedi não eram esse barco.

— Você conseguiu explicar isso para ela de forma correta?

— Afirmativo. Eu gravei com firmeza a arte da navegação nela. Não há nenhum problema.

Pionia olhou para o convés.

Lá estava uma garota jovem usando um chapéu de palha.

— Eu vou me tornar a Rainha dos Piratas-desu!

Uma idiota… originalmente conhecida como Sheena Nº3, disse enquanto usava um chapéu de palha.

Parecia que ela tinha sido influenciada pela história em quadrinhos, “Nyapiece”, que estava segurando em suas mãos.

Ela não era nem mesmo uma Pirata, então ela provavelmente não se tornaria uma Rainha dos Piratas.

— … eu sinto que Sheena Nº3 ficou ainda mais idiota do que antes… está mesmo tudo bem?

— Afirmativo. Eu garanto a você que ela tem técnica.

— Entendo… sem problemas, huh.

Acho que estava tudo bem se Pionia disse isso.

Como ela podia recitar a frase nos quadrinhos, isso indicava que ela agora era capaz de entender japonês, o que era bastante impressionante.

No entanto, eu ainda senti um pouco de apreensão por confiar tudo a ela para esta viagem.


Tradutor:



Notas

[1] Ichinojo está se referindo aos piratas que ele conheceu no volume 8.



Fontes
Cores