TER – Capítulo 120 – Tomando a iniciativa


O segundo dia estava terminado, e assim, Fran e eu naturalmente começamos a nos preparar para o terceiro. Eu realmente preferia que tudo fosse o mais calmo possível dessa vez, mas nossos procedimentos foram interrompidos assim que detectamos mais um grupo se aproximando do restaurante que alugamos. Desta vez, contudo, nem Fran nem eu nos incomodamos ou nos preparamos para lutar.

— Mestre.

“Yup, Urushi está de volta. No entanto, parece que ele tem algumas pessoas o seguindo…”

— Quatro.

Focar um pouco mais de esforço em analisar nossos arredores me permitiu descobrir o que estava acontecendo. As pessoas acompanhado Urushi eram todas pessoas que conhecíamos muito bem. Ou seja, eu fui capaz de reconhece-los como Colbert e as três vendedoras. Entretanto, eu não fui capaz de entender o porquê eles estavam aqui ou por que eles se juntaram a Urushi em primeiro lugar.

Woof, woof, woof!

— Nn. Abrindo a porta agora.

Nós recebemos nossos quatro empregados, apenas para notar que o mais forte deles estava ferido. Colbert estava mancando e não parecia que ele podia nem mesmo ficar de pé sozinho. Judith teve que ajudá-lo para que ele pudesse entrar no restaurante. O tecido enrolado ao redor de sua perna esquerda já estava completamente manchado de carmesim.

Droga. O que aconteceu?

— Ferido?

— Por favor, não se incomode comigo, eu sinto muito por aparecer diante de você de forma tão vergonhosa. Foi apenas um erro tolo.

— Ele acabou se machucando porque nos protegeu.

— Colbert provavelmente venceria se não estivéssemos lá para atrapalhá-lo.

— Foi tudo nossa culpa.

Não havia dúvidas de que Colbert era forte. Ele tinha atributos altos e era óbvio que ele aprimorou suas habilidades técnicas também. Nós tínhamos certeza que ele era merecedor de seu Rank. Eu entendi que ele protegeu As Donzelas Escarlate e tudo mais, mesmo assim, essa era uma ferida bem grande, uma que só poderia ser causada por um oponente formidável.

— Por sorte eu tinha uma poção em mãos, mas seu efeito não era forte o suficiente para curar todos os meus ferimentos.

— O pé inteiro dele foi arrancado!

Aparentemente, o ferimento estava ainda pior um pouco mais cedo.

— Urushi nos salvou.

— Nós estávamos em uma situação bem ruim, mas Urushi conseguiu repelir a pessoa que nos atacou.

— Ele apareceu na sombra do homem e executou um ataque furtivo oportuno. Foi uma ação bem esplêndida.

— Ele foi mesmo incrível!

Ahhh, entendi agora. Então foi por isso que eles vieram juntos.

— Primeiro, arrumar ferida. Cura Superior.

— Incrível! Meus ferimentos estão fechando tão rápido que eu posso vê-los desaparecendo diante de meus próprios olhos.

— Woah, você é tão boa assim em Magia de Cura também? Quão à frente de mim você está Garota da Espada Mágica? E quão deprimida você quer me deixar!?

Nós os fizemos se sentar e explicar o que aconteceu após nos certificarmos que Colbert estava curado.

— O que aconteceu?

— Bem, tudo começou quando nos separamos na Guilda dos Chefs. Estávamos planejando voltar para a estalagem onde estamos hospedadas.

— Nós três estamos hospedadas lá desde que começamos a nos aventurar.

— Eu planejei voltar para minha casa após escoltar as garotas até lá. Assim, eu as acompanhei.

Aparentemente, eles foram atacados por um homem gigante com mais de dois metros de altura antes de chegarem a seu destino. Não foi apenas um ataque indiscriminado aleatório; o homem claramente reconheceu as garotas, já que ele as chamou antes de começar seu assalto.

— Estava claro que o objetivo do homem era eliminar as três integrantes das Donzelas Escarlate.

— Certeza absoluta?

— Yup. Ele nos perguntou se éramos ou não as vendedoras do Rabo Negro.

— Mas ele começou a nos atacar antes mesmo de conseguirmos responder.

— Não diga a ninguém, mas vê-lo vindo para cima de nós daquele jeito quase fez com que eu me mijasse.

Em outras palavras, o agressor conhecia a aparência delas. Ele provavelmente sabia onde elas viviam também, considerando a forma como ele as emboscou pelo caminho.

— Têm alguma informação sobre o inimigo?

— De fato temos. O homem disse seu nome enquanto atacava.

— Interessante.

— Ele disse se chamar Zerrosreed, o Berserker. Eu pensei que os rumores não passavam de exagero, mas eu claramente estava errado.

— Eu acho que ele pode ser mais forte do que os rumores dizem.

— Quem?

— Espere, você não sabe quem ele é? Sério Garota da Espada Mágica?

— Nn.

O homem parecia ser famoso, e nossos quatro companheiros acharam estranho Fran não conhecer seu nome.

— Heheh, então eu vou te contar tudo sobre ele!

Lydia rapidamente resumiu todos os rumores e nos contou muitas coisas sobre o homem.

Ao que tudo indicava, ele perdia a capacidade de diferenciar inimigos e aliados no momento em que entrava em combate. Ele até tinha uma recompensa por sua cabeça porque matou o Príncipe de um dos países que ele deveria estar protegendo. Esse cara parecia ser perigoso demais.

A Guilda o classificou como Rank C, mas rumores diziam que seu Rank não fazia justiça a sua força. Todos os presentes meramente trataram os rumores como, bem, simples rumores, mas eles se provaram ser verdade.

— Ele era mesmo forte.

— O ataque surpresa de Urushi foi a única razão para ele ter que recuar. Como esperado, nem mesmo um homem tão poderoso quanto O Berserker poderia fazer frente a emboscada de um Lobo da Escuridão.

— Urushi. Bom garoto.

Woof.

Urushi não parecia totalmente contente apesar de ser elogiado. Eu senti que ele estava desapontado com o fato de que foi incapaz de finalizar o homem, mesmo tendo conseguido acertar um ataque furtivo.

Judith tinha um olhar perturbado em seu rosto, o que fazia sentido, considerando a forma como ela foi atacada por alguém muito mais forte do que ela. Merda, não podemos permitir que ela nos abandone.

Eu estava preocupado que o grupo dela desistiria da tarefa de vender pão de curry, mas minhas preocupações se provaram desnecessárias. Ao invés de sucumbir ao medo, ela declarou em desafio que queria seguir com seu trabalho até o fim. Seu orgulho como Aventureira superou por completo seu senso de terror. Colbert agiu de maneira muito similar, e ficou todo empolgado; ele declarou que iria derrotar O Berserker da próxima vez que os dois se encontrassem.

— Então, aguardando com expectativa. Trabalhar juntos amanhã.

— Conte comigo!

— Eu também!

— Eu farei o meu melhor.

— Da próxima vez que nos encontrarmos, eu vou dar uma surra inesquecível naquele gorila!

Nós guiamos Colbert e as vendedoras para o local em que estávamos hospedados após confirmarmos suas intenções. O distrito tinha um grande número de Guardas, assim, imaginamos que eles ficariam em segurança. Inicialmente, planejamos deixá-los ficar em nosso quarto se não houvesse mais nenhum disponível, mas os funcionários do hotel imediatamente fizeram alguns preparativos no momento que viram Colbert.

— Você está saindo de novo Garota da Espada Mágica?

— Nn. Vou voltar pela manhã.

— Espere, espere! Não me diga que você está indo atrás dele!?

— Não. Indo para outro lugar.

— Tudo bem então…

— É muito perigoso ir sozinha!

— Sozinha não. Junta de Urushi.

Woof!

— Eu entendo… contudo, tenha certeza de voltar pela manhã. Vamos ser desclassificados se você não conseguir voltar a tempo.

— Nn. Sem problemas.

Voltamos para a cozinha, assim poderíamos fazer Urushi nos contar o que ele descobriu.

Latido, latido, latido!

— Nn?

Urushi tentou entregar sua mensagem ao erguer suas patas da frente enquanto fazia sons de cão. Fomos capazes de entender que ele estava tentando nos contar alguma coisa, e que sua mensagem continha uma certa urgência. Entretanto, não fomos capazes de discernir qualquer detalhe adicional.

Porém, eu estava preparado para este tipo de situação. Eu criei um método que poderia o permitir se comunicar conosco, e assim, eu expliquei isso a ele.

Woof!

“Você acha que pode utilizar isso? Tudo bem, tente em mim primeiro.”

Woof!

“Hmm… yeah, não funcionou.”

A ideia era usar a Magia Negra Level 8, Ilusão Mental. O efeito do feitiço permitia que você implantasse qualquer coisa que imaginava diretamente na mente de seu alvo e, deste modo, causava alucinações. Esse parecia ser um feitiço que seria classificado como uma magia de ilusão, mas não era isso o que acontecia. Ele era classificado como Magia Negra devido ao fato de que operaria diretamente no cérebro do alvo. Como resultado, era muito mais difícil de detectar do que qualquer magia baseada em ilusão.

Especificamente, a ideia era fazer Urushi projetar suas memórias ao invés de algo que ele imaginou. Por sua vez, isso poderia permitir que o Lobo se comunicasse conosco apesar de ser incapaz de falar.

Entretanto, as coisas não correram tão bem quanto eu imaginei, provavelmente porque eu não tinha um cérebro para que o feitiço atingisse.

“Tente isso com a Fran.”

Woof!

— Pronta.

Woof!

— Nn! Posso ver claramente. Culpado. Segundo filho do Lorde.

Woof, woof!

Parecia ter funcionado. Maravilha, a comunicação com Urushi seria ainda mais fácil a partir de agora.

Fran me explicou tudo o que Urushi testemunhou.

“Muito bem. Então o segundo filho do Lorde é quem está por trás de tudo.”

Woof.

“Eu nunca imaginaria que acabaríamos acidentalmente salvando a cidade.”

— Surpreendente.

“Mas agora ele está atrás de nós por esse motivo.”

Eu tinha que admitir que estávamos em menor número. Teríamos que lidar com Waint, Bluke, Zerais, Rynford e até Zerrosreed, o Berserker, todos juntos.

Estávamos enfrentando uma organização inteira, uma que já tinha tecido sua teia. Ia ser difícil, especialmente considerando o pouco tempo que tínhamos para lidar com eles.

Eu acho que ajudaria se contássemos com a ajuda de uma organização também… apesar de não estar tão certo que as pessoas que eu tinha em mente estariam dispostas a nos ajudar.

“Vamos fazer uma rápida visita a mansão do Lorde.”

— Nn.

Woof!


Tradutor: Zé   |   Revisor: Heaven




Fontes
Cores